Sábado, 25 de Junho de 2022
31°

Nuvens esparsas

Rio Branco - AC

Justiça Fronteiras-Migrações

Começa nesta terça-feira, em Foz do Iguaçu, o "Simpósio de Defesa Nacional, Fronteiras e Migrações"

Evento tem patrocínio da Itaipu Binacional e reúne especialistas, pesquisadores e profissionais da área de segurança pública

20/06/2022 às 16h40
Por: Denis Henrique Fonte: Assessoria
Compartilhe:
Começa nesta terça-feira, em Foz do Iguaçu, o

O "3° Simpósio de Defesa Nacional, Fronteiras e Migrações: Estudos sobre ajuda humanitária e segurança integrada" é gratuito e será realizado em formato online e também presencial, no auditório da Polícia Federal em Foz do Iguaçu (PR), de 21 a 23 de junho. O dia 24 está reservado para articulações de um grupo de trabalho fechado.

As temáticas que farão parte dos painéis contemplam abordagens como a dinâmica de Ilícitos nas fronteiras, segurança hídrica e energética, ilícitos minerais, lavagem de dinheiro e inteligência no combate às redes criminosas, operações na faixa de fronteira, operações interagências, migrações internacionais e segurança das infraestruturas críticas e cibersegurança.

Os organizadores do evento são o Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF), a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME). Segundo Luciano Stremel Barros, Presidente do IDESF, "especialmente para aqueles que participarão em formato presencial, é simbólico realizar o evento na cidade de Foz do Iguaçu, maior cidade de fronteira do Brasil, cuja localização é estratégica. A presença da Itaipu também é muito importante porque é uma das maiores autoridades sobre os temas segurança energética e segurança hídrica". Sobre a programação, Tomaz Espósito Neto, Professor da UFGD, destacou que os painelistas trarão experiência de campo e contribuições para os debates. "A participação do Arie Kacowitz, do Departamento de Relações Internacionais da Universidade de Jerusalém, por exemplo, trará visões diferentes e complementares daquilo a que estamos habituados a encontrar na literatura nacional".

Como representante da ECEME, o Professor Tássio Franchi destacou as visões multidisciplinares que serão proporcionadas no evento. "Vamos abordar temas variados, desde a segurança energética, que é essencial para o funcionamento de cidades e indústrias, passando pela segurança pública realizada por diferentes instituições no modelo interagências, até a segurança de infraestruturas críticas".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários