Quinta, 19 de Maio de 2022
17°

Alguma nebulosidade

Rio Branco - AC

Cultura Cura do câncer

Escritora acreana lança livro no Ceará em noite bastante prestigiada

Edir Figueira Marques, lançou “O que será ? Será!” no Café Couture, em Fortaleza, com a presença de escritores e veteranos talentos da literatura

14/05/2022 às 08h53 Atualizada em 14/05/2022 às 09h44
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
Compartilhe:
Ajebianas e convidadas cearences prestigiaram Edir Figueira Marques.
Ajebianas e convidadas cearences prestigiaram Edir Figueira Marques.

O agradável espaço Café Couture em Fortaleza, Ceará, foi palco de um evento emocionante ontem,12. A escritora mineira, radicada no Acre, Edir Figueira Marques, lançou seu livro  “Que será? Será! Da dúvida a esperança na cura do câncer”. Presentes ao lançamento escritores, formadores de opinião e veteranos talentos da Literatura. A organização do evento ficou por conta da Associação das Jornalistas e Escritoras do Brasil (AJEB) coordenação do Ceará, com o apoio da AJEB/ACRE.

“Hoje, nos reunimos para abraçar, literalmente, nossas companheiras ajebianas da Coordenadoria do Acre e para conhecermos mais uma obra literária da escritora e poetisa Edir Marques”, saudou Elinalva Alves de Oliveira, da diretoria da AJEB/CEARÁ, em sua fala de abertura.

Abraçada pela acolhida amorosa das companheiras escritoras e jornalistas da associação cearense, Edir falou da sua emoção em lançar seu livro num estado que é significativo para os acreanos. “Nossa relação com os irmãos nordestinos é forte e ancestral. É uma honra e uma emoção muito grande para mim estar aqui hoje” salientou a escritora.

Esse é o quinto livro da escritora e a abordagem é fruto da experiência que ela viveu desde a descoberta da doença. Ao longo do tratamento, Edir criou um diário onde reportava seus sentimentos.

Do tratamento até a cura se passaram sete meses e, na medida em que ela enfrentava os desafios, também fazia alguns registros. A partir daí, a ideia do livro foi ficando cada vez mais forte.

Os seios são o símbolo da sexualidade feminina e qualquer ameaça à sua integridade provoca enorme impacto emocional. Não foi diferente com a escritora. Falar de temas dolorosos era importante para preencher uma lacuna de publicações que abordassem a doença em pessoas mais idosas.

Essa também foi uma das razões para ela decidir publicar seu testemunho:

“Meu medo maior era não resistir ao tratamento, pois todos os livros escritos por pessoas curadas, são de jovens. E isso me dava uma desesperança. Esse é um testemunho de uma mulher idosa, octogenária que se curou desse mal tão avassalador”, disse Edir.

Numa linguagem clara e com fotos e ilustrações, a obra cobre do diagnóstico à reabilitação. E chama a atenção para o autocuidado e a informação, duas coisas que salvaram a vida da escritora, como ela conta no livro. 

Isso, somado a um tratamento seguido com rigor, a fé e o amor dos familiares e amigos, segundo ela, foram determinantes para a sua cura. “Não escondam das pessoas que você ama, a sua dor. O apoio da família é fundamental para sua resistência emocional, além da assistência pela presença física e diária nos momentos mais difíceis e que foram muitos, sem o que não teria vencido".

Cassiano Marques, filho caçula de Edir, leu um texto emocionado. Disse que a mãe é um exemplo de coragem, superação e inspiração. Cassiano saudou os acreanos que moram no Ceará como o professor Marcos Afonso, Marta Cruz e o professor Antônio José. Além de Marlene Cruz e sua filha Marina. E também agradeceu aos cearenses pela acolhida e carinho com sua mãe.

A presidente coordenadora da AJEB/ACRE, jornalista Socorro Camelo ressaltou em sua fala a acolhida por parte da associação cearense. “Estamos muito gratas à presidente da AJEB no Ceará, Vladia Mourão, por ter nos recebido, e em tão agradável espaço e pela acolhida tão cheia de carinho.  À colega escritora Elinalva e a diretoria da AJEB/Ceará todo o meu carinho”.

A presidente da AJEB no Ceará, Vládia Mourão, entregou a Socorro Camelo, a coletânea em que está publicada a poesia ganhadora do 1º lugar “Prece ao Criador”, de autoria de Edir Marques, que usou o pseudônimo de Estrela Vespertina". Uma honra conhecer pessoalmente a nossa Estrela Vespertino, disse Vládia.

A ajebiana cearense Arleni finalizou o evento com uma bonita homenagem e um trecho da música “Bye Bye Tristeza” que diz:  “Eu não tô aqui pra sofrer. Vou sentir saudade pra quê? Quero ser feliz. Bye, bye tristeza não precisa voltar”.

E entregou a cada participante sementes de girassol "que nos ensina a olhar para a luz".

Sem dúvida, foi uma noite para entrar na história de uma cidade repleta de talentos. Valeu Fortaleza!

Serviço:

Livro: “O que será? Será! Da dúvida à esperança na cura do câncer.
Autora: Edir Figueira Marques.
Editora: EME Amazônia.
129 páginas. 
Biografia. Câncer – Tratamento. Diários. Relatos pessoais: Histórias de vida.
Aquisição on line: clique aqui e solicite o seu.
Valor: R$ 40,00 + R$ 9,00 de taxa de envio.
Renda em favor do Hospital de Amor.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários