Sexta, 20 de Maio de 2022
16°

Alguma nebulosidade

Rio Branco - AC

Economia Recuperação Fiscal

FIEAC comemora aprovação de Refis 2022 pela Câmara de Rio Branco

Município concederá descontos de até 90% para juros e multas a pessoas físicas e jurídicas. José Adriano parabeniza Tião Bocalom e o vereador Samir Bestene pelo apoio ao setor produtivo

12/05/2022 às 16h09
Por: Denis Henrique Fonte: Assessoria
Compartilhe:
FIEAC comemora aprovação de Refis 2022 pela Câmara de Rio Branco

A Câmara de Vereadores de Rio Branco aprovou, na última terça-feira, 10 de maio, o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) 2022, que concede descontos de até 90% para regularização de débitos de pessoas físicas e jurídicas que estejam inadimplentes com o fisco municipal. Agora, o projeto segue para sanção do prefeito Tião Bocalom. A notícia é comemorada pela Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC), que participou da elaboração da proposta.  

Segundo o presidente da FIEAC, José Adriano, o novo Refis é de suma importância para a classe empresarial e para os cidadãos rio-branquenses, pois os severos efeitos econômicos causados pela pandemia ainda atingem milhares de empreendedores e de trabalhadores. "Os prejuízos foram incalculáveis e muitos ainda buscam se reerguer. E essa proposta representa um fôlego para que empresários e demais cidadãos consigam quitar seus débitos com o município, que, por sua vez, precisa muito desses recursos para realizar as melhorias que a capital necessita", destaca o empresário.  

José Adriano também faz questão de enaltecer a sensibilidade do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, e também do vereador Samir Bestene no que diz respeito às pautas importantes do setor produtivo. "Somos gratos ao prefeito Bocalom que, desde o primeiro mês de sua gestão, soube ouvir e atender demandas que são essenciais para a iniciativa privada e que refletem em melhorias para a toda a população. E reconhecemos, da mesma forma, a atuação do vereador Samir Bestene, quem tem sido um grande parceiro da indústria e de todo o setor produtivo na Câmara Municipal", enfatiza o presidente da FIEAC. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários