Quarta, 17 de Julho de 2024
26°

Tempo limpo

Rio Branco, AC

Geral Por Iris Tavares

CONVERSANDO COM MEU BOTÕES | Boa garota

Vivo, voo, vejo do alto como a águia, tudo e todos pequeninos frágeis e puros, tenho vontade de acalentar de amar, amar somente amar!

10/02/2022 às 11h13
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
Compartilhe:
CONVERSANDO COM MEU BOTÕES | Boa garota

Por Iris Tavares

Depois de tanto desbravar o escuro, o infinito, o curto, o longo, o fácil, o difícil aos meus olhos, meu olhar nomeia e dita a canção, o som  da batida as vezes enlouquecedor, as vezes calmo, sombrio, com cheiro de escuro, cheiro de mato, de medo, fico quieta assustada e sem ânimo e derrepente um raio, uma explosão de cores. Coragem. Entusiasmo um arco-íris abrindo caminhos verdes   Sinto o novo mato, as ervas, o zumbido nos ouvidos gritando que o novo a nova forma de caminhada tem poesia, assim tomada por um assobio da alma, pulo e corro sem perguntas, sem dúvidas, com uma força inexplicável!!!!

Vivo, voo, vejo do alto como a águia,  tudo e todos pequeninos frágeis e puros, tenho vontade de acalentar de amar, amar somente amar!

Boa garota

Vestida de carência
Nua e crua
Hora no degrau de baixo
Hora no degrau de cima

Sempre com um novo olhar
As lágrimas lavam a sua alma
Que brilha como diamante 
Depois do banho de sol

O lôdo encrustada dissolveu e se transformou
No guia para abrir caminhos
Os altos e baixos fazem parte da caminhada
A trajetória é o aprendizado !!!

Sem saber o rumo, fui caminhando empurrada por uma voz interna no comando assoprando qual trilha seguir! Um sabor de surpresa e descobertas!  Cada passo uma conquista!

Um sabor diante da entrega e excitação de estar presente intensamente, ocupando todos os lados sem medo. Sem medidas nenhuma porta se fechou, todos os muros derreteram antes mesmo da sua chegada virando tapetes de passagem, passarela das suas passadas, as marcas iam ficando para trás, a liberdade de ir pra frente sem travas, sem garras nada nem ninguém consegue impedir de ir em frente em busca do desconhecido e das infinitas possibilidades, seguia a rua, dobrava as esquinas pulando os obstáculos e tudo tinha perfume de flores, degustar esses sabores ouvir a música dos tambores internos cada vez mais a impulsionava  para um novo lugar, novas pessoas, endereços, ruas, bairros e cidades caminhando pela direita e ora pela esquerda e sempre chegando onde?

Esse lugar de chegada não tem endereço certo, fica-se uma temporada e logo como uma águia quer ver tudo de cima, do alto !!! Voa, voa!

A carcaça, a estrutura consegue ser forte, ser pai, ser mãe!
Raiz e frutos.
Todas as estações do outono a primavera.
Quando vem o sol, explode clareia

Se é chuva - floresce, cresce, reproduz e tem prosperidade no sentir o desabrochar! Todos ao redor sorrindo e sonhando com o novo caminhar de querer fazer através do ser próspero e consciente que logo logo um novo ciclo virá! Estar presente para quando a seca chegar é uma nova revolução ou renovação

Da terra, do sol, do ar, todos de mãos dadas para tudo caminhar.

E assim a mãe terra, desenhou sem que se soubesse dessa entrelace natural uma teia com pontos de ligação! Tudo conectado, precisa-se viver um de cada vez, um tem a ver com o outro! O caminho é a caminhada de descobertas, surpresas e desenganos mais só assim a raiz se fortalece para segurar todas chuvas e tempestades e estar pronta para ser iluminada pelos raios de sol e o cheiro do ar.

Sempre com um novo olhar…

Boa garota!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários