Quinta, 26 de Maio de 2022
27°

Muitas nuvens

Rio Branco - AC

Economia Banco Central

Consultas ao Sistema Valores a Receber serão retomadas em 14 de fevereiro, informa BC

Para que o SVR possa voltar a atender a todos os cidadãos com estabilidade e segurança, o BC está investindo fortemente na ampliação da capacidade de atendimento

28/01/2022 às 14h06
Por: Denis Henrique Fonte: Correio Braziliense
Compartilhe:
Consultas ao Sistema Valores a Receber serão retomadas em 14 de fevereiro, informa BC

Conforme divulgado anteriormente, o Sistema Valores a Receber (SVR) gerou demanda ao site do Banco Central muito superior à esperada. Segundo o Banco Central (BC), no dia do lançamento (24), a quantidade de acessos ao site foi 20 vezes maior do que um dia de alto volume — ou 50 vezes maior do que um dia normal. Essa alta procura ao site para acessar o SVR provocou instabilidade seguida de indisponibilidade, levando o BC a retirar o SVR do ar.

Para que o SVR possa voltar a atender a todos os cidadãos com estabilidade e segurança, o BC está investindo fortemente na ampliação da capacidade de atendimento.

O BC informa que, a partir de 14 de fevereiro , o cidadão poderá consultar se tem algum valor a receber. Em caso positivo, será imediatamente informado sobre a data em que poderá solicitar a transferência dos recursos para a conta. Essas solicitações de transferências poderão ser agendadas a partir de 7 de março, na data informada pelo sistema.

Os cidadãos não devem se preocupar com a manutenção de seus recursos não procurados nesse período. Não há risco de prescrição ou perda desses recursos, que permanecerão guardados pelas instituições financeiras à espera dos proprietários.

Por fim, o BC alerta o cidadão para que não caia em golpes utilizando o SVR. O BC não entra em contato com os cidadãos. Qualquer informação sobre valores a receber só poderá ser obtida a partir de 14 de fevereiro. A solicitação de resgate no SVR será feita por meio de usuário e senha e os recursos serão transferidos diretamente das instituições financeiras para os cidadãos, que não devem fazer qualquer depósito prévio a qualquer pessoa ou instituição.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários