Quinta, 19 de Maio de 2022
16°

Alguma nebulosidade

Rio Branco - AC

Entretenimento Opinião

TAGARELICES | Verdade ou desafio ?

Trend inspira a contar os nossos segredinhos. Conte o seu também.

27/01/2022 às 21h51 Atualizada em 31/01/2022 às 16h35
Por: Socorro Camelo Fonte: Acreaovivo
Compartilhe:
TAGARELICES | Verdade ou desafio ?

Esse #trend das cinco coisas sobre a gente, que tá rolando nas redes sociais é bem parecido com aqueles caderninhos de perguntas que toda adolescente na minha época tinha.  Achava uma delícia responder. Então resolvi fazer o meu, do meu jeito, é claro! Se vai interessar a alguém, isso eu não sei. Mas tô fazendo porque quero deixar registrado. Tô mentindo, gente! Sem assunto há dias para o Tagarelices, resolvi me apropriar desse ai. Então bora lá:

 

O que te choca: gente invejosa, negacionista, gente que maltrata crianças, idosos e animais e gente mesquinha. Também não tolero preconceito, independentemente de quem o reproduz.

O que te excita: fazer planos, trabalhar em algo empolgante (ué, me julguem!)

O que te solta: convivência.

O que te faz ter vontade de viver até ter 100 anos: Mariana e Janaína

O que te faz chorar: choro quando não me entendem. E as vezes me afeto tanto com isso que nem tento explicar (dá preguiça também, ah deixa pra lá! Sem paciência pra mimimi)

O que te falta para ser feliz: diminuir uma distância de uns 4 mil km e morar perto do mar, me faria bem mais feliz. Com a família completa (filhos, marido, pets, periquito, papagaio...), incluindo aí a querida D. Edir. Rodeada dos meus e do mar... Perfeição!

O que te magoa: falta de confiança, de reconhecimento, ingratidão.

O que desejas: aquela sobremesa que os atendentes do Outback adoram explicar.

O que receias: perder as pessoas que amo.

O que não quer perder: a saúde, as pessoas que amo, meu bloco de notas  (minha vida todinha tá  ali) e a fé no ser humano (tem horas que é puxado!)

Uma qualidade que aprecia nas pessoas: bom senso, inteligência, gargalhadas sem filtro (como as da Cintia, Surama, Jocely... tem mais , é que esqueci!), gente espirituosa e simples, amooo.

Uma mentira que tenha dito: uma amiga estava com uma blusa com mangas morcego e um cinto prateado pra fazer a "composição". Fiquei em choque e só consegui soltar um “legal”, sem nem olhar pra ela.

Uma nostalgia: passeios em épocas natalinas com a minha mãe, no centro da cidade. Adorávamos olhar o comércio festivo . E eu amava fazer isso com ela .  Sinto sua falta, mamis!

  • Fora isso sou ligada em travesseiro alto, café da manhã, jornal físico e ar condicionado.
  • Converso diariamente com Jesus Cristo, a quem admiro mais que tudo.
  • Gosto de São Miguel Arcanjo, Santa Terezinha de Liseaux e de Iemanjá (mas dessa última, tenho um pouco de medo também, embora tenha uma ligação forte com ela (aí, acho que tenho é muito medo).
  • Gosto de falar logo as coisas para não ficarem maiores depois.
  • Não sei cozinhar mas se quiser aprendo (sou dessas!). Posso aprender tudo o que quiser. Até francês! A propósito moça, faz tempo que a senhora não estuda! Ai ai.
  • Tem hora que cismo com uma coisa e pronto, tá cismado. 
  • Já amei um amigo que não me amou.
  • Não sou muito de ver o sol nascer (o que é uma pena pois amooooo. Mas durmo tarde e… tá! Vou mudar, vou mudar). Mas é que sou um ser humano lunar. Meu cérebro abre as portas de madrugada. Ontem por exemplo, fui dormir às quatro da matina... E acordei toda bagunçada da cabeça. Mil coisas para fazer, mais outras mil coisas que virão.
  • Tenho preguiça de festa grande. Tô velha não gosto de aglomeração. Mentira, não é por isso.  É que gosto mesmo de ficar em casa. Melhor programa pra mim, desde sempre.  Se for vendo um filme melhor ainda. Um problema: meu excelentíssimo é o oposto. Yin e Yang sacam?
  • Leio quatro livros ao mesmo tempo e não me atrapalho com nenhum dos assuntos. E como pode isso numa pessoas com lapsos de memórias terríveis? Cada um com suas estranhezas né? 
  • Um livro para mim é tipo um afago, um abraço com sentido, um chocolate na temperatura certa,  uma coca-cola geladíssima! Ops, nananinnanão Coca-Cola não, nem tomo mais! Quer dizer tomo, de vez em sempre, aí aí nem é esse o assunto, credooo.
  •  Tenho saudades antigas e saudades novas.
  • Sou ligada em gente. Não me importam sobrenomes e nem cargos. Gosto de GENTE. Mas vamos combinar que tá difícil GENTE nesse mundão cheio de gente. Se é quem me entendem…
  • Gosto de ouvir histórias de superação, de empreendedores, e de talentos que nem sabem que são talentos. E depois tatuá-las no meu hD hiperativo. Me deixa escrever tua história?
  • Digo que não me importo com algumas coisas, mas é meio mentira. Porque às vezes eu sofro. E sou viciada em feedback, carente, passional. Morro de ciúme dos meus. Sou capaz até de intimidá-los se eu achar que estou desamparada. Não sei dividir pessoas, mas quero aprender.
  • Mas calma aí que eu faço análise (quer dizer, por agora não tô fazendo. Vou retomar, gente. Juro). Mas aqui vai um segredinho: Sou viciada em Coca-Cola. Nunca consegui ficar limpa por muitos dias. Bebo sempre e escondo de todo mundo . Me julguem ué?
  • Na contramão disso, eu não fiz exercícios este ano. Físicos. Porque podia ser de matemática. Ou de fisioterapia. E prometi, jurei pro meu médico (Sorry Dr. Pablo!) que pelo menos esteira eu ia fazer. Quarenta minutos. Todo dia. E eu preciso! Pra queimar as gordurinhas, recuperar a cintura, e pra ter saúde né, people! E pra suar. Pra pertencer. Pra ficar com a bunda dura. Mas eu não fiz. Isso é imaturidade. Ou burrice. Ou os dois.
  • Admito: Às vezes eu sinto falta de alguém se preocupando comigo a ponto de ficar feliz com o fato de eu fazer caminhadas, tipo quando a minha mãe falava pra eu levar casaco (e eu não levava só pra ela insistir um pouco mais). E, não há limites para minha pieguice. Quando criança, eu escutava  música clássica chorava e não sabia explicar por quê. Também abri o berreiro uma vez, quando a professora disse que se decepcionou comigo em função do meu desempenho numa prova. Foi um trauma pra mim, acreditem! Choro toda vez que assisto o filme “Um dia” e mais um tanto de filmes cheio de lugar comum, mas que sempre me fazem querer chorar. Sou afetada por tudo. 
  • Ainda não aprendi a fazer malas pequenas (Sorry mamis!).
  • Tenho medo de alma e de sapos. Fico aflita só de imaginar que vou dormir sozinha sem o marido mais tempo esse ano do que todos os outros.  Vou junto, resolvi. E aprendo até a fazer mala pequena Cassiano, juro!
  • Se você chegou até aqui (porque em mim, a lombeira já tá se manifestando), te convido a entrar na brincadeira e enumerar, não apenas cinco, mas a quantidade que você quiser sobre você, seus gostos, suas manias, bobagens e o que mais você achar que deve. Vamos nos conhecer? Bora coloca aí tuas cismas porque as minhas, você já viu que não tem fim né, rs. Tagarela né, mores! Até a próxima Tagarelice!
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
TAGARELICES
TAGARELICES
Sobre Coluna de entretenimento aos domingos assinada pela jornalista Socorro Camelo (065-DRT)
Rio Branco - AC Atualizado às 01h32 - Fonte: ClimaTempo
16°
Alguma nebulosidade

Mín. 14° Máx. 27°

Sex 30°C 16°C
Sáb 30°C 19°C
Dom 31°C 21°C
Seg 31°C 22°C
Ter 31°C 19°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio