Sábado, 29 de Janeiro de 2022 03:16
(68) 99971-5137
Política Opinião

ACRE EM NOTAS | Prefeito 2%

Bocalom conseguiu a rara proeza de cumprir apenas 2% do que prometeu

05/01/2022 10h19
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
Tião Bocalom, prefeito de Rio Branco. Foto: divulgação.
Tião Bocalom, prefeito de Rio Branco. Foto: divulgação.

Comprovação
Agora a comprovação é nacional. Levantamento do portal G1 com os 27 prefeitos de capitais que estão completando um ano de administração mostra que o pior, o que menos cumpriu as metas de campanha, que estão em seu plano de governo, foi Tião Bocalom, em Rio Branco. De 49 metas, ele cumpriu apenas uma.

Prefeito 2%
Desta forma, ele conseguiu a rara proeza de cumprir apenas 2% do que prometeu. Seriam coisas tão transcendentais assim? Algumas promessas sim, como a construção de 10 mil casas populares, sabidamente inviável. Outras são bem mais simples, como um IPTU eletrônico, um app para a área da saúde e para contribuintes. Nada feito. Outras metas parecem zoeira de redes sociais, como a promessa de novos terminais urbanos, ele que desativou todos, menos o central.

Atendimento
Com a queda de braço entre o prefeito e a classe médica e profissionais de saúde, o que estava ruim ficou ainda pior. As denúncias de mau atendimento nas UPAs e Centros de saúde se multiplicam. As unidades básicas não têm médico. No Barral y Barral, quem quiser consulta precisa chegar antes da seis da manhã para enfrentar a fila. 

Síndrome
As unidades básicas, que abriram no final do ano principalmente para atender sintomas de síndromes gripais, já não aceitam pacientes com suspeita de contaminação. Encaminham para as UPAs, sem nenhum aviso prévio, sem qualquer sinalização nas unidades, fazendo o paciente perder tempo.

Falhas
O telesaúde não funciona de modo nenhum, há vacinas que não estão disponíveis nos postos, o atendimento é uma completa desorganização, isso para um setor que foi entregue inteiramente saneado e como referência. Pais denunciam que o centro de autismo está uma lástima...

Vacinação
O governo vacilou, cancelou e depois voltou a exigir o comprovante de vacina para o recadastramento dos servidores. As pressões foram muito grandes, dos negacionistas e da extrema-direita política. Depois do embate, venceram os defensores da ciência e o documento será exigido. Quem não se vacinou, não vai receber o salário. Antes assim.

Onda
O país está passando oficialmente por nova onda da pandemia, com o contagio amplamente disseminado da variante ômicron. Mas há boas notícias: para quem tem o esquema vacinal completo, os sintomas são leves, a não ser para quem é altamente imunodeprimido. Quem está mais exposto é quem não está Vacinado. Claro.

Procissão
Aproxima-se um dos dias santos mais festejados no Acre pelos católicos, o de São Sebastião, marcado por expressivas procissões, especialmente em Xapuri e Brasileia. Será que, com o aumento dos casos de Covid e de gripe, as comemorações abertas serão mantidas?

Fraca
Até familiares do governador Gladson Cameli consideraram fraca a nota dos advogados a respeito das denúncias da Operação Ptolomeu. Mais uma vez se limitaram a questionar a veracidade das acusações, sem apresentar contraprovas ou alguma posição nova. Pode ser boa tática jurídica, mas em tempos de julgamentos sumários nas redes sociais, é muito pouco.

Veja a nota na íntegra:

“A investigação é um emaranhado de assuntos desconexos. De um lado, tentam, em vão, criar um vínculo espúrio entre o governador e contratações lícitas realizadas pelo Estado. De outro lado, esmeram-se em levantar suspeitas sobre as finanças do governador. Apenas suspeitas são lançadas, nenhuma imputação de crime é realizada. São apenas ilações desconexas que, com o devido respeito, não poderiam justificar a realização de medidas invasivas como a busca e apreensão e o bloqueio de bens.
Todas as suas movimentações financeiras são lícitas e o seu patrimônio tem origem conhecida, seja no âmbito privado, seja na renda auferida em razão das funções públicas ocupadas. Em razão disso, a defesa do Governador Gladson Cameli irá apresentar o recurso cabível e confia que a decisão será objeto de revisão. Apesar de discordar veementemente do que consta na investigação, a defesa vem expressar que confia plenamente no Poder Judiciário e nas instituições republicanas."

Defesa
Uma coisa precisamos falar: até agora, alguns dos maiores beneficiados politicamente pelo governo nesses três anos de gestão estão constrangedoramente calados na defesa do governador.  Esperam ver para onde o vento vai soprar para decidir o lado que tomarão. A série House of Cards definitivamente é um retrato da política e dos políticos.

Exemplo
O MDB é um exemplo claro. O partido e suas principais lideranças estão absolutamente calados. Nem atacam, nem mostram solidariedade. O partido quer ver o circo pegar fogo ou o caso se resolver para então ficar do lado vencedor. Como sempre.

Candidatura
O presidente Bolsonaro é, antes de tudo, um pragmático que usa e abusa do ditado Mateus, primeiro os meus. Não vai se meter em briga de aliados nas eleições, nem para quem deve favor. Exemplo é a candidatura do senador Marcos Rogério ao governo de Rondônia. Ele, que foi um cão de guarda de Bolsonaro na CPI da Covid não terá a força do presidente em sua campanha. Márcio Bittar que se cuide.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Acre em notas
Sobre Acre em notas
Painel sobre política e bastidores das notícias
Rio Branco - AC
Atualizado às 05h09 - Fonte: Climatempo
24°
Nevoa úmida

Mín. 23° Máx. 31°

24° Sensação
4 km/h Vento
100% Umidade do ar
90% (25mm) Chance de chuva
Amanhã (30/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 30°

Sol com muitas nuvens e chuva
Segunda (31/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.