Segunda, 24 de Janeiro de 2022 15:42
(68) 99971-5137
Política Opinião

ACRE EM NOTAS | Manifestação

Um grupo reduzido de manifestantes tenta chamar a atenção com faixas e cartazes contra a exigência do passaporte vacinal.

04/01/2022 14h12 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Fonte: Redação
ACRE EM NOTAS | Manifestação

Contra a vacina
Bastou o governo exigir o comprovante de vacina para o recadastramento de servidores, que os negacionistas apareceram, protestando. A Associação dos Militares soltou nota ácida, afirmando que mais importante que a vacina é a liberdade individual. Pois o governo deveria mesmo demitir todo militar ou policial civil e bombeiro que não se vacinasse. Eles estão em contato permanente com a população e não podem pôr em risco a comunidade.

Manifestação
Nas manifestações antivacina aparecem alguns gatos pingados, como na manifestação de hoje pela manha em frente ao Palácio do Governo. Um grupo reduzido de manifestantes tentava chamar a atenção com cartazes e faixa contra o passaporte vacinal. O Acre ainda apresenta um dos menores índices de imunização do país. O pior é a aglomeração neste fim de ano, diante da disseminação da ômicron, considerado o vírus de contágio mais rápido de toda a história. E da infecção cruzada da covid com a influenza.

Grosso
O governador falou grosso em seu primeiro pronunciamento nas redes do ano. Rebateu críticas, atacou as estratégias de segurança do governo anterior, anunciou obras, mas foi muito econômico e genérico na contestação das denúncias que pesam sobre ele.

Acusações
O ano começou com a imprensa do sul do país destacando que o COASF identificou R$ 823 milhões em movimentações suspeitas feitas pelo governador. Não há uma contestação formal a essa denúncia, nenhuma explicação até agora. Com isso, o governador é alvo de bombardeio nas redes.

Até ele
Até o prefeito Bocalom aproveitou o momento. De carona no discurso de Gladson de que manteria seu CPF limpo, cobrou de seu secretariado a mesma coisa, pedindo que não sujassem o seu próprio CPF.

A realidade
O prefeito da capital vive em algum tipo de realidade paralela. Elegeu como causa de todos os seus problemas a gestão anterior da administração municipal. E acha mesmo que está fazendo o melhor dos mandatos.

Tapa de luva
A ex-prefeita e atual secretária de educação, Socorro Neri respondeu as críticas e acusações do prefeito com um tapa de luva de pelica: comemorou um ano de sua saída da prefeitura postando uma série de stories com Bocalom tomando posse e elogiando a coragem de Socorro por ter saneado a prefeitura, com elogios de encher balde. Pois é, essas coisas ficam registradas...

Dengue
Como desgraça pouca parece bobagem, o Acre lidera as estatísticas de novos casos de dengue e doenças associadas no país, com ênfase em Rio Branco. Sem ações profiláticas, sem vigilância epidemiológica no período seco, quando é mais fácil eliminar os focos dos mosquitos, a situação pode ficar crítica nessa época chuvosa e quente.

Combustível
Empresa de Santana do Parnaíba, interior de São Paulo, vai gerenciar a verba de R$ 1.425.663,60, que serão gastos com combustível na zeladoria da prefeitura da capital. Como assim? Por que isso? Por que uma empresa desconhecida de um estado há mais de 3 mil km do Acre terá essa missão? Vai ganhar quanto do suado dinheiro público? Isso é arte das decisões da prefeitura que privilegia empresas desconhecidas e de outros estados sem explicação ao contribuinte.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.