Segunda, 24 de Janeiro de 2022 14:43
(68) 99971-5137
Auto & Moto GP Gerais

"Era impossível vencer hoje"

A vitória na principal categoria, SBK PRO, aconteceu de forma surpreendente

01/10/2021 17h12 Atualizada há 4 meses
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com | Texto e fotos: Marcelo Moreira
Rodrigo Dazzi foi o campeão na quarta etapa do GP Gerais. Foto: Marcelo Moreira
Rodrigo Dazzi foi o campeão na quarta etapa do GP Gerais. Foto: Marcelo Moreira

Com essa frase, o vencedor Rodrigo Dazzi resumiu a sorte de campeão na quarta etapa do GP Gerais, campeonato mineiro de motovelocidade, disputado dia 19 de setembro, no Circuito dos Cristais, em Curvelo (MG).

A vitória na principal categoria, SBK PRO, aconteceu de forma surpreendente. Na pole position, Dazzi (Ello, Speed Car, Rio Racing) não largou bem, perdendo três posições. Logo, o piloto iniciou uma corrida de recuperação e, em duas voltas, já ocupava o segundo posto, atrás apenas de Pedro Lins (Império, Grupo Saga, CH Barra). Neste momento da prova, uma bandeira amarela na Curva do Anzol obrigava os pilotos a diminuírem a velocidade naquele trecho.

Lá na frente, Pedro, com sua Suzuki GSX R1000R, havia batido seu próprio tempo nos treinos classificatórios, motivado, não venderia barato a liderança da corrida, por outro lado, Dazzi, corria com moto reserva, uma Honda CBR 1000R 2014. Dito e feito, até a quarta volta, Pedro permanecia a frente de Dazzi. Na quinta volta, o piloto capixaba, RD/146, saiu melhor na "calda da Onça" e conseguiu passar na linha de chegada, local de medição da volta, na frente do carioca PL/30. Pedro ultrapassou de volta ao final da reta, e na sexta volta, aquela bandeira amarela, acabou gerando outra bandeira, agora vermelha, interrompendo a prova e encaminhando os pilotos aos boxes.

Pedro Lins (Império, Grupo Saga, CH Barra). Foto: Marcelo Moreira

Pelo regulamento, a prova foi paralisada com mais da metade das 10 voltas programadas, portanto, ficou determinado o fim da corrida e a metade dos pontos no campeonato. Detalhe: valem as posições na passagem anterior a volta cancelada, sendo assim, Dazzi que liderou apenas na passagem da reta, ficou em primeiro e Pedro, que liderou toda a corrida, ficou em segundo. Em seis voltas ele perdeu a primeira posição apenas alguns metros no meio da reta... justamente onde é feito a medição.

Para o carioca Pedro Lins, foi duro de engolir, afinal era o dia de vencer Dazzi. Depois da corrida, nos boxes, Dazzi afirmou que "hoje foi sorte de campeão, era impossível vencer". 

A última etapa do GP Gerais, quarta do campeonato brasileiro de motovelocidade - CBM, será de 22 a 24 de outubro, no Circuito dos Cristais, em Curvelo MG.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.