Segunda, 25 de Outubro de 2021 02:39
(68) 99971-5137
Cultura Conto

MEMÓRIAS ENGRAÇADAS E NEM TANTO... | Papagaio come milho, periquito leva a fama

Espantado, sem entender nada, o amigo pediu-lhe calma, trouxe-lhe um copo d’água, e, guardando uma distância prudente, implorou-lhe por explicar o que estava acontecendo

26/09/2021 11h09
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
MEMÓRIAS ENGRAÇADAS E NEM TANTO... | Papagaio come milho, periquito leva a fama

Por Edir Figueira Marques

Esta história era corrente no meio jornalístico, pois aconteceu com dois colegas. Trabalhavam juntos, eram tão amigos que se tornaram compadres. Encontravam-se todos os dias, pela manhã e à tarde.

Um deles era fazendeiro, enquanto o outro, influenciado pelo compadre, também acabou por comprar um sítio, para descansar nos fins de semana, com a família. Por isso, adquiriu uma camionete, cabine simples. Era um Pampa, cor de café com leite.

Certo dia, Carlos pediu ao compadre para emprestar-lhe a camionete, a fim de transportar material para a fazenda. Deixou no lugar o seu automóvel Gol, trocaram as chaves e, então, partiu, dizendo que voltaria ao final da tarde. E assim faziam, de vez em quando!

Aloísio tinha um amigo que era gerente do banco do Estado e, volta e meia, passava na agência, no fim do expediente, para prosearem.

Depois de algum tempo, ao chegar ao banco, Aloísio foi surpreendido pela forma com que o gerente o recebera. Estava transtornado, em estado apoplético, gritando impropérios contra ele. Espantado, sem entender nada, o amigo pediu-lhe calma, trouxe-lhe um copo d’água, e, guardando uma distância prudente, implorou-lhe por explicar o que estava acontecendo.

- Você é um amigo da onça! Não presta! Seu canalha! Traiçoeiro! Sem vergonha! E, entre outros nomes cabeludos, foi revelando, pouco a pouco, no ritmo em que sua fúria o permitia, entrecortado por palavras de baixo calão, o motivo de tanta indignação.

- Como é que você, seu cretino, sai com minha mulher, vagabundo, e a leva para o motel?

- O quê? Interrompe o amigo, estupefato! Que acusação é esta?

- Sim, não negue! Olhe esta foto: não é sua camionete Pampa? Velhaco! Da cor de café com leite? Ordinário!

- Bem! Eu tenho uma camionete Pampa, desta cor, mas e daí? Pode haver outras iguais.

- Pois esta placa não é do seu carro? Infame! Infeliz!

Diante da apresentação da placa, que realmente era de seu carro, Aloísio começou a desconfiar e saiu-se com a célebre frase:

- Espera aí! Não é o que você está pensando! Calma! Vou explicar!

Aloísio se viu numa “sinuca de bico”. Como se justificar sem entregar o compadre? Pois percebeu logo que aqueles empréstimos de sua camionete, algumas vezes por semana, não era outra coisa, senão as estripulias do Carlos, que estava saindo com a mulher do gerente, usando seu carro, para não dar na vista! Mas, não teve outro jeito! Para se safar de, quiçá, levar um tiro, acabou por contar a safadeza do amigo.

Ao chegar ao trabalho e dar de cara com o compadre, que logo lhe perguntou o que estava acontecendo, ao ver seu estado emocional, Aloísio foi logo avisando:

- Fuja! Se esconda! Porque tive que o denunciar. O gerente já sabe de tudo e prometeu que vai lhe pegar!

Foi assim que de uma só feita, prestando um favor, Aloísio perdeu seus dois amigos.

 Jurou que, daí para frente, nunca mais emprestaria seu carro e, até hoje, fica pensando naquele provérbio:

É! PAPAGAIO COME MILHO E PERIQUITO LEVA A FAMA!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Edir Figueira Marques
Sobre Edir Figueira Marques
Professora, mestre em pedagogia, escritora e poetisa.
Rio Branco - AC
Atualizado às 04h24 - Fonte: Climatempo
20°
Trovoada

Mín. 22° Máx. 27°

20° Sensação
11 km/h Vento
94% Umidade do ar
90% (40mm) Chance de chuva
Amanhã (26/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 28°

Sol com muitas nuvens e chuva
Quarta (27/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.