Sexta, 17 de Setembro de 2021 17:08
(68) 99971-5137
Geral Valorização

Governo assina ordens de serviço de mais de R$ 6 milhões em obras para sete municípios

Pavimentação de ruas e revitalização de espaços públicos fazem parte de pacote de serviços que se estenderão a outros municípios em breve

15/09/2021 08h03
Por: Denis Henrique Fonte: Secom
Governo assina ordens de serviço de mais de R$ 6 milhões em obras para sete municípios

Pelo menos sete prefeituras, das regiões do Alto e do Baixo Acre, e dos vales do Rio Iaco e do Rio Envira foram contempladas nesta terça-feira, 14, pelo governo do Estado do Acre com mais de R$ 6 milhões para reformas prediais de espaços públicos e obras de infraestrutura urbana. A solenidade de assinatura das ordens de serviço foi realizada com a presença do governador Gladson Cameli, os prefeitos dos municípios, deputados estaduais e federais, senadores, vereadores e secretários de Estado, no auditório da Escola Armando Nogueira, em Rio Branco.

Na ocasião, o governo repassou ao menos R$ 6.659.500, em recursos próprios, aos municípios de Feijó, Sena Madureira, Acrelândia, Porto Acre, Plácido de Castro, Capixaba e Senador Guiomard. Entre as obras que serão executadas, estão a revitalização de ginásios de esporte, a pavimentação de ruas e a manutenção preventiva de locais como os terminais rodoviários de Plácido de Castro e de Acrelândia.

Para Cameli, a parceria da sua administração com os prefeitos, o Legislativo do Estado e dos municípios e a bancada acreana em Brasília permite que o Acre avance com as pautas em favor da melhoria da qualidade de vida dos acreanos.

“O que celebramos aqui é apenas o cumprimento do que está na Constituição Brasileira, que é olhar para os municípios, que é atender os anseios da população do interior, os mais humildes, num esforço de todos. Não podemos perder tempo. Não podemos esperar mais. O governo não é meu, é da população e temos que nos unir, deixando as discussões políticas de lado, acabando com a burocracia e avançando na melhoria da qualidade de vida”, afirmou Gladson Cameli para uma plateia composta de caravanas inteiras de vereadores, secretários e servidores públicos municipais que vieram prestigiar a cerimônia.

Pelos convênios, o município de Feijó, a 400 quilômetros de Rio Branco, poderá pavimentar dois mil metros de ruas, oferecendo melhor trafegabilidade aos seus moradores.

Já no município de Plácido de Castro (95 quilômetros da capital), além da manutenção do terminal rodoviário, outros dois mil metros de rua serão pavimentados. Ali, uma das ruas beneficiadas será na Vila Campinas, um distrito do município. A cidade também ganha alambrado na região do “lixão”.

Em Senador Guiomard, distante 25 quilômetros da capital acreana, pelo menos oito ruas serão pavimentadas, num total de três mil metros, enquanto que, em Sena Madureira (a 144 quilômetros), os bairros Jardim Primavera, Cristo Libertador e Pista, além do centro da cidade, serão beneficiados com 600 metros de drenagem.

A manutenção preventiva do terminal rodoviário de Acrelândia está na pauta do governo. A cidade está a 102 quilômetros de Rio Branco e também será contemplada com uma reforma do Ginásio Esportivo.

Para Capixaba (a 80 quilômetros da capital), a reforma trará benfeitorias para o Centro Cultural do município. A cidade também ganha a pavimentação de 2,5 mil metros de ruas, incluindo a via principal, a Avenida Brasil, e a área do entorno. Outro fator importante para Capixaba será a reforma do Ginásio Coberto, por meio de emenda parlamentar e de recursos próprios do governo do Estado. Em Porto Acre, a 80 quilômetros de Rio Branco, os recursos serão utilizados para a pavimentação de quatro ruas, sendo uma delas a da sede administrativa, e para a reforma da rotatória das Oito Bocas.

As obras serão executadas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano e fazem parte de um vasto pacote de serviços que se estenderão pelos demais municípios, muito em breve.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.