Segunda, 24 de Janeiro de 2022 14:16
(68) 99971-5137
Cultura Superstição?!

AlFeNiM CoM RaPaDuRa | Mês de agosto, o mês do desgosto

No entanto, agosto não é um mês ruim. Ele possui diversas datas comemorativas ...

04/08/2021 00h00
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
AlFeNiM CoM RaPaDuRa | Mês de agosto, o mês do desgosto

Por Mauro Modesto

 

“Toda mulher leva um sorriso no rosto e mil segredos no coração”.

Clarice Lispector

Mês de agosto, o mês do desgosto

Há quem diga ainda que o MÊS DE AGOSTO é dotado de muita energia negativa, e por isso é o mês do desgosto e do azar. Um mês carregado de superstição. Tragédias, suicídios, renúncia, assassinatos, incêndios...

Suicídio de Getúlio Vargas. Início da II guerra mundial; morte, em acidentes de carro, da princesa Diana e de Juscelino Kubitschek e, de avião, de Eduardo Campos.

Renúncia à presidência, de Jânio Quadros, no Brasil e de Nixon, nos Estados Unidos.

Catarina de Médici ordenou o massacre de São Bartolomeu; as cidades de Hiroshima e Nagasaki foram destruídas pela bomba atômica; Adolfo Hitler assumiu o governo da Alemanha.

Execução do primeiro homem na cadeira elétrica, em Nova York. Início da construção do Muro da Vergonha, na Alemanha; na Irlanda do Norte, católicos e protestantes começam a se matar em nome de Deus, que nada tem a ver com isso.

Assassinato do escritor Euclides da Cunha, no Brasil e do escritor e criador do Exército Vermelho, Leon Trotsky, na Rússia.

França invade Marrocos; dominação de Camboja pelos franceses; japoneses invadem a Coreia; Exército Vermelho invadiu a Tchecoslováquia.

Passagem do furacão Katrina, deixando milhões de vítimas, principalmente, nos Estados Unidos. Morte de Rodolfo Valentino e de Elvis Presley.

No entanto, agosto não é um mês ruim. Ele possui diversas datas comemorativas como o Dia Nacional da Saúde, Dia dos Pais, Dia do Estudante, Dia do Advogado, Dia do Cardiologista, Dia da Fotografia, Dia do Folclore, Dia do Psicólogo, Dia Nacional do Combate ao Fumo e Dia da Nutricionista.

 

Provérbio Árabe

Diz o provérbio que “se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé. Mas eu te digo: “se a montanha vem até a ti, foge. Trata-se de um desmoronamento”!

Maomé foi um líder religioso, político e militar árabe.

A maior dor de cabeça dos árabes que controlavam Meca, a cidade sagrada, era um certo Muhammad ibn Abdallah – Maomé.

Pregou a devoção a um Deus único (Alá), lutou contra o infanticídio e defendeu a divisão de terras dos ricos com os pobres, contrariando a classe dominante de Meca. Foi perseguido e mudou-se para Medina, onde estruturou uma poderosa tropa.

Ele criou uma nação fundamentada em direitos trabalhistas, juros baixos e livre concorrência de mercado. Tinha uma esposa que ganhava mais do que ele e emancipou as mulheres quando assumiu o poder.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.