Sexta, 17 de Setembro de 2021 16:59
(68) 99971-5137
Política Opinião

ACRE EM NOTAS | Tem que acabar

Na campanha de sua eleição, o governador Gladson Cameli disse que iria enterrar essas empresas fantasmas, Codisacre, Colonacre, Cila e outras

29/07/2021 09h18 Atualizada há 2 meses
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
Estatais em liquidação e improdutivas têm sede em um único prédio e empregam dezenas de apadrinhados. Foto: reprodução Google.
Estatais em liquidação e improdutivas têm sede em um único prédio e empregam dezenas de apadrinhados. Foto: reprodução Google.

Tem que acabar

A denúncia de que a falida Codisacre pode ser o epicentro de um escândalo de “rachadinhas”, com uma diretora recolhendo a maior parte do salário de servidores que nada têm a fazer em uma empresa que é apenas uma grande massa falida, leva a uma análise séria. Como fechar uma estatal deficitária? Por quanto tempo o estado tem que carregar estruturas que não servem para nada, que só dão prejuízos, que não têm salvação?

Intenção e realidade

Na campanha de sua eleição, o governador Gladson Cameli disse que iria enterrar essas empresas fantasmas, Codisacre, Colonacre, Cila e outras. No governo, descobriu que a coisa não era simples assim, Que elas eram mortas-vivas, condenadas como vampiros a vagar pela eternidade sugando os cofres públicos. O que fazer para enterrar de vez essas inutilidades? Como elas precisam ser mantidas, servem de cabide para acomodações políticas e o resultado é esse: escândalos.

Dar um basta

A prefeitura da capital precisa de um freio de arrumação. A quantidade de escândalos, denúncias, revelações de malfeitos, de contratos suspeitos, de licitações canceladas, de comportamento inapropriado e criminoso de gestores é incompatível com sete meses de gestão. É hora de parar com desculpas e resolver os problemas, mesmo que cabeças tenham que rolar. A paciência do eleitor e do cidadão tem limite.

Inauguração

Os mundos político e jurídico se encontram hoje na inauguração da nova sede do Tribunal Regional Eleitoral. A convivência não anda nada pacífica. Ontem, o STF deu resposta dura ao presidente que acusou os ministros do Supremo de tolher sua ação na COVID. O plenário respondeu deixando claro que a afirmação era mentirosa. Esse conflito entre bolsonaristas e a Justiça não vai acabar bem, com reflexos no meio político acreano.

Má fé e imbecilidade

Enquanto o Brasil se comovia com a medalha da fadinha Rayssa Leal, um idiota, deputado bolsonarista e que se diz líder da bancada evangélica, Sóstenes Cavalcanti, do Rio de Janeiro, disse que o êxito da brasileirinha era a prova de que o estatuto da Criança e Adolescente precisava ser mudado para autorizar o trabalho infantil. Na ótica deturpada desse criminoso político, se uma adolescente de 13 anos pode ganhar uma medalha olímpica, pode quebrar pedras ou colher mandioca em fazendas. Tinha que ser preso, até porque não seriam os filhos dele a enfrentar o trabalho infantil.

Solidariedade

Nessa frente fria, colabore com quem não tem como enfrentar as baixas temperaturas. Doe agasalhos para os mais necessitados. Em Rio Branco, as doações podem ser entregues na Secretaria de Ação Social, na Avenida Nações Unidas.

Candidato

O deputado estadual Jenilson Leite recebeu o aval do PSB, seu partido, para se lançar candidato ao governo do Acre. O PSB quer se fortalecer ainda mais, mantendo os governos de Pernambuco, Espírito Santo, conquistando a adesão do governador do Maranhão, Flávio Dino, que deve fazer seu sucessor e se eleger para o Senado, entre outras campanhas. Agora, põe o Acre no radar de seus objetivos, confiando em uma frente de esquerda no estado que impulsione a candidatura de Jenilson.

Polícia

Ação da Polícia Federal identificou fraude no auxílio emergencial do governo da ordem de R$ 150 mil no Bujari. Um, vereador e uma servidora municipal seriam os cabeças da quadrilha. Nada fica escondido muito tempo no Acre.

Nem ele

O ministro Gilmar Mendes não acatou pedido de habeas corpus de Ícaro José da Silva Pinto, preso pela morte de Jonhliane Paiva, atingida por seu carro que participava de um racha na Avenida Antônio da Rocha Viana. Mais uma vez, o HC foi negado, desta vez na instância máxima da justiça e Ícaro vai mesmo enfrentar o júri pelo crime na cadeia. A tentativa desesperada de sair antes do julgamento é porque, se estiver solto, mesmo condenado poderá recorrer em liberdade. Se permanecer preso, terá que recorrer na prisão.

Vacinas

Rio Branco, Cruzeiro do Sul e outras cidades se preparam para vacinar jovens de 12 a 17 anos, Entretanto, em todo o estado, só 23,5% da população receberam as duas doses da vacina e se encontra imunizada. Se a prioridade não for a segunda dose, a situação pode se agravar. Testes da Organização Mundial de Saúde mostram, por exemplo, que a Coronavac só é efetiva depois da segunda dose.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Acre em notas
Sobre Acre em notas
Painel sobre política e bastidores das notícias
Rio Branco - AC
Atualizado às 18h51 - Fonte: Climatempo
34°
Nuvens esparsas

Mín. 22° Máx. 32°

37° Sensação
9 km/h Vento
44% Umidade do ar
67% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (18/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Domingo (19/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.