Sexta, 17 de Setembro de 2021 16:53
(68) 99971-5137
Política Opinião

ACRE EM NOTAS | Só uma farinhazinha

É principalmente pelo jeito simples e acreano de ser, que Gladson conquista a população e desconcerta os adversários.

23/07/2021 14h36 Atualizada há 2 meses
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
Gladson Cameli almoçando em casa de família em Sena Madureira. Imagem: vídeo reprodução.
Gladson Cameli almoçando em casa de família em Sena Madureira. Imagem: vídeo reprodução.

Só uma farinhazinha

Um vídeo do governador Gladson Cameli em Sena Madureira, viralizou na internet e nada tem a ver com polêmicas ou seu desafeto Mazinho. Trata-se de uma almoço na casa de uma família do município e um pedido à família de Gladson.
"Me dê só uma farinhazinha, se tiver", pediu o governador. Após ouvir uma resposta positiva da família, o governador comemora: "Agora tu falou tudo que eu queria ouvir. Chega fiquei com água na boca".  É principalmente pelo jeito simples e acreano de ser, que Gladson conquista a população e desconcerta os adversários.

Vice

Seria bom que o prefeito, ao apoiar Petecão, que é seu direito, copiasse o governador e se licenciasse do Progressistas. Foi o que Gladson fez ao anunciar que defenderia Socorro Neri na campanha. Uma atitude coerente e que deveria ser reproduzida por Bocalom. Se não vai apoiar o candidato do partido, que se afaste imediatamente. Interessante é ver que Socorro Neri manteve a coerência e hoje permanece ao lado de Gladson, cumprindo com muita qualidade o desafio da Educação e Bocalom permanece distante, arredio e contestado em suas ações na prefeitura.

Melar as eleições

A polêmica sobre o voto impresso é um "case" de contrainformação. A narrativa de Bolsonaro falseia a realidade com o objetivo de melar as eleições de 2022, caso seja derrotado, como fez o ex presidente dos Estados Unidos Donald Trump, em quem se espelhou.

Ataques

Quanto maior o favoritismo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas pesquisas de opinião e a desaprovação do governo, mais recrudescem os ataques de Bolsonaro à urna eletrônica, em que pese nunca ter apresentado provas de fraude na apuração das eleições de 2018, que afirma fantasiosamente ter ganho no primeiro turno.

Reação

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM MG), reagiu às supostas ameaças a realização de eleições em 2022 atribuídas ao ministro da Defesa, Walter Braga Netto. "Seja qual for o modelo, a realização de eleições periódicas, inclusive em 2022, não está em discussão. Isso é inegociável. Elas irão acontecer, pois são a expressão mais pura da soberania do povo. Sem elas não há democracia e o país não admite retrocessos". Correto!

Partido

Cada vez mais Bolsonaro dá indícios de que pode se filiar ao Progressistas, principalmente agora que nomeou o presidente do partido, senador Ciro Nogueira, para ministro. Deu declarações de que passou grande parte de sua vida pública no partido e que não seria novidade um retorno.

Aliança

Está sendo costurada uma aliança que pode criar um partido maior para Bolsonaro, com o PSL ou pelo menos a maior parte dele, o DEM e o Progressistas. Seria a reversão das expectativas. Em vez de se candidatar por um partido nanico como o Patriotas ou o Brasil 35, antigo Partido da Mulher Brasileira, Bolsonaro teria uma legenda turbinada. Com reflexos nos estados.

No Acre

No Acre, essa alternativa pouco muda a sucessão. Gladson Cameli já conta com o apoio, pelo menos nominal, do Progressistas, do DEM do deputado Alan Rick e do PSL, com  as mudanças realizadas na regional e o isolamento do grupo do vice major Rocha. Que aliás deve tirar o time rumo ao PL, junto com sua irmã, deputada Mara Rocha. Se isso acontecer, em plano estadual, só reforça a campanha do governador. O perigo passa a ser o reflexo do desgaste do presidente na campanha estadual, embora o Acre seja um dos últimos redutos da popularidade de Bolsonaro. Sem contar que a eleição estadual não costuma refletir, obrigatoriamente, o cenário nacional.

Chutou o balde

No MDB, a deputada Jéssica Sales, que confirmou a intenção de disputar o Senado, chutou o balde com o senador Márcio Bittar e sua insistência no apoio à ex-esposa Márcia. Jéssica disse que se Márcio tivesse desde sempre levado o nome de Márcia Bittar ao partido, teria conseguido a união em torno dela, mas decidiu que ela seria candidata pela legenda do presidente Bolsonaro. Para Jéssica, Bittar fez pouco caso do MDB e ficou sem espaço.

Candidata

Pior é que, se Bolsonaro se filiar ao Progressistas, o partido tem, candidata ao senado, Mailza Gomes, que tenta a reeleição e é próxima do agora ministro Ciro Nogueira. Bittar teria que enfrentar essa realidade para fazer da ex-esposa candidata.

Fora

Ao ser exposto por pelo menos duas denúncias diferentes de assédio sexual, comprovadas por textos de WhatsApp, o chamado “apóstolo” José Ildson Viana acabou exonerado do gabinete da senadora Mailza, onde recebia vencimentos de polpudos R$ 14 mil. E teve também que pedir afastamento da Santa Casa, onde recebia outra bolada como diretor. Isso sem contar os dissabores que deve enfrentar com os processos na Justiça. É nisso que dá o comportamento machista e desaforado que não pode mais ser aceito.

Vacinas

O fim de semana será marcado por mutirões de vacinas que podem fazer com que pelo menos 80% dos adultos em todo o estado recebam a primeira dose. O governo do estado vai atuar junto com as prefeituras nesse esforço. Um quadro que deveria ter acontecido há meses e que foi postergado pelo negacionismo de quem tinha poder cobre a compra de vacinas. Muitas mortes poderiam ter sido evitadas.

Queimadas

O aumento assustador de queimadas nas áreas urbanas e rurais deve merecer atenção redobrada, especialmente com a previsão de tempo cada vez mais seco, com possibilidade de uma seca histórica na região. Há risco real de que a mínima queima de terreno, a mísera fagulha, possa desandar em grandes incêndios. A recomendação é clara: não queime!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Acre em notas
Sobre Acre em notas
Painel sobre política e bastidores das notícias
Rio Branco - AC
Atualizado às 18h51 - Fonte: Climatempo
34°
Nuvens esparsas

Mín. 22° Máx. 32°

37° Sensação
9 km/h Vento
44% Umidade do ar
67% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (18/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Domingo (19/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.