Quarta, 22 de Setembro de 2021 05:31
(68) 99971-5137
Auto & Moto Opinião

TIME TO RACE | O canto da sereia, meu

Temos uma pista perto do Rio, em Minas Gerais, que não recebe etapa do mineiro e organiza o campeonato carioca, além de uma prova do estadual paulista, o maior das Américas, tudo, segundo dizem, administrado por São Paulo

13/07/2021 21h45
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
Foto Marcelo Moreira
Foto Marcelo Moreira

Tenho acompanhado as notícias sobre o campeonato carioca de motovelocidade. Primeiro passo foi dado pelo Fabricio, empreendedor de Campos, motovelocista, apaixonado pelas modalidades a motor. A iniciativa não contemplava plenamente, motos de 600 e 1000cc, pois o traçado é mais propício a motard e baixas cilindradas, mas, pelo menos, o esporte estava atuando e pensei até que poderia sair uma categoria infantil, para revelar novos talentos locais no motovelocidade. Era um pequeno passo, mas era um passo. Esse ano veio a notícia de que o carioca está rolando numa pista em Juiz de Fora, Minas Gerais. Que ótima notícia!

Fui pesquisar e achei tudo muito estranho, visto que as ações de motovelocidade do Autódromo estão sob a responsabilidade de um paulista. Não é bairrismo de minha parte, porém, o assunto é estadual e a pista mineira, agora organizadora do carioca, não recebe o campeonato mineiro. Que confusão. Então, resumindo: temos uma pista perto do Rio, em Minas Gerais, que não recebe etapa do mineiro e organiza o campeonato carioca, além de uma prova do estadual paulista, o maior das Américas, tudo, segundo dizem, administrado por São Paulo.

Não seria melhor que os cariocas organizassem o campeonato carioca, utilizando a pista mais perto, e certamente com o apoio da administração de motovelocidade do autódromo, ou não?

Tô ficando velho, na minha época, certame estadual era organizado pelos desportistas do estado, em pistas do estado, que, eventualmente, sediava e recebia os organizadores de campeonatos de outros estados que não tinham pista. Acabo por considerar essa situação um desserviço ao esporte, também pelo fato de que são os locais, os conhecedores dos problemas e objetivos a serem alcançados. Os motovelocistas cariocas deveriam criar uma corrente, comissão, ou como queira chamar, e tomar as rédeas do motovelocidade local. Nós, motovelocistas cariocas, ficamos sem autódromo, e não por isso, precisamos aceitar qualquer "canto de sereia". Por fim, campeonato estadual não é para revelar apenas pilotos ou mecânicos locais, mas também, revelar dirigentes locais.

Que falta faz nosso autódromo!

Por aqui, já esquecemos desse assunto, pouco ou nada se fala sobre construção de uma praça para os motores e o nosso motovelocidade parece que está no vácuo, sem ar frontal. E assim, vai ficando tudo por isso mesmo, ou melhor, fica tudo como está.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Marcelo Moreira
Sobre Marcelo Moreira
Repórter fotográfico, especialista em esportes a motor.
Rio Branco - AC
Atualizado às 07h17 - Fonte: Climatempo
23°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 31°

23° Sensação
4 km/h Vento
94% Umidade do ar
67% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (23/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sexta (24/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 30°

Sol com muitas nuvens e chuva