Domingo, 16 de Janeiro de 2022 14:17
(68) 99971-5137
Polícia e Justiça Segurança

No Jordão, governo discute ações para atendimento da população e melhoria dos serviços de segurança

Entre as pautas, foi discutida a realização de uma ação para a emissão de cédula de identidade (RG), o aumento de operações em segurança nas regiões onde há maior incidência de crime e ações com a inclusão do Grupo Especial de Fronteiras

05/07/2021 15h54
Por: Denis Henrique Fonte: Secom
No Jordão, governo discute ações para atendimento da população e melhoria dos serviços de segurança

Representando o governo do Acre, o secretário de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar Rocha dos Santos, esteve reunido na manhã desta segunda-feira, 5, com o prefeito Francisco Naudino Souza, a fim de ouvir o gestor e discutir ações de melhorias que beneficiem os moradores do Jordão.

A reunião foi realizada no gabinete do prefeito e contou com a presença do secretário adjunto, Maurício Pinheiro; o diretor de Operações, Ulysses Araújo; o comandante do Grupo Especial de Fronteiras, Antônio Teles; e o delegado de Polícia Civil Jarlen Martins.

Entre as pautas, foi discutida a realização de uma ação para a emissão de cédula de identidade (RG), o aumento de operações em segurança nas regiões onde há maior incidência de crime e ações com a inclusão do Grupo Especial de Fronteiras (Gefron), com atuação nos rios que cortam a cidade e com foco em crimes de tráfico, contrabando ou descaminho.

“Fomos muito bem recebidos, conhecemos a realidade e dificuldades enfrentadas pelo município e discutimos ações para melhoria e atendimento das demandas. Todas as propostas serão encaminhadas às instituições responsáveis para que seja dada a devida atenção e realização dos serviços. Outras visitas deverão ser realizadas a municípios do interior”, destacou Paulo Cézar Rocha dos Santos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.