Terça, 27 de Julho de 2021 11:17
(68) 99971-5137
Política Opinião

ACRE EM NOTAS | Expoacre

O anúncio da possível realização da Expoacre em outubro é no mínimo uma temeridade, já que ninguém sabe como vai se comportar a epidemia de Covid até lá e lento processo de imunização em todo o Acre

24/06/2021 10h17 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
Expoacre 2019, ultima realizada no Parque de Exposições em Rio Branco. Foto Cassiano Marques
Expoacre 2019, ultima realizada no Parque de Exposições em Rio Branco. Foto Cassiano Marques

Não é vinho

Vacina não é vinho nem cerveja, então não tem por que bancar o "sommelier" e ficar selecionando qual dose quer no seu braço. Não é hora de escolher.
Exceto com raríssimas exceções, o caso de gente que não pode tomar um tipo específico e por um motivo específico, como um problema de saúde. É preferível, óbvio, receber qualquer imunizante disponível a ficar vulnerável. Afinal, aumentar a cobertura vacinal contra a Covid é a prioridade.

Vacina indiana

A CPI da Covid intensificou nesta semana a investigação sobre o contrato firmado pelo governo federal para a compra da vacina indiana Covaxin. Um servidor do Ministério da Saúde disse ter sofrido "pressão atípica" de seus superiores para a compra do imunizante. O Ministério Público afirmou que há indícios de irregularidade e que a Saúde assumiu a "temeridade do risco" na compra. E o presidente da República foi informado das pressões por um deputado irmão do servidor e nada fez. Conclusão: há muita sujeira embaixo desse tapete.

Fim de linha

Como essa coluna previu, nem foi preciso esperar a posse do novo governo peruano. O ministro do meio ambiente daquele país descartou de modo definitivo qualquer possibilidade da construção da rodovia Cruzeiro do Sul/Pucallpa, transformando o projeto em um mero pesadelo de uma noite de verão, parafraseando Shakespeare. Para as autoridades peruanas, a estrada só facilitaria o desmatamento e o tráfico de drogas.

Em paz

Com isso, vamos ver se os políticos acreanos apagam o facho e deixam em paz a reserva da Serra do Divisor, com sua exuberância única de diversidade, em vez de buscar azulejar toda floresta, como sugere ser o desejo de parlamentares como o senador Márcio Bittar e a deputada Mara Rocha. Os pássaros, riqueza exemplar da biodiversidade da Serra do Divisor, podem ficar momentaneamente em paz. 

Caiu

O ministro Ricardo Salles, aquele que veio ao Acre visitar a saída do esgoto do rio Acre com sapatos de pelica, enfim pediu o boné. Já vai tarde, agora vai responder processos na Justiça. Mas não há motivos para comemorações. O nome indicado para substituí-lo é atuante em prol dos ruralistas e latifundiários. Nesse governo, a cada vez que um ministro é substituído, o que assume consegue ser pior.

Resposta

“Filhote de genocida”. Foi assim que o deputado acreano Léo de Brito respondeu às grosserias e provocações do deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente. Para evitar a pecha de ter causado 500 mil mortes na pandemia, o filho 03 alegava que o PT havia matado milhões ao desviar recursos da saúde.  A tática diversionista não deu certo. O deputado acreano atacou no fígado e virou assunto nas redes sociais em todo o Brasil.

Rota

A Polícia Federal ainda não conseguiu desmantelar as quadrilhas de tráfico humano que trazem imigrantes ilegais do Haiti e da África para o Acre, tentando a entrada no Peru e de lá para os Estados Unidos, em um espetáculo dantesco de degradação e abuso. Ontem, mais de oitenta haitianos e migrantes de vários países africanos foram barrados na ponte internacional de Assis Brasil. É preciso agir com seriedade contra esses coiotes. Eles são o alvo, não os pobres enganados por eles.

Luz

A Assembleia Legislativa aprovou projeto que exige da Energisa o aviso prévio de corte de luz de consumidores inadimplentes. É o mínimo a se fazer. O ideal é que a empresa fosse proibida de cortar a luz nessa pandemia, especialmente de consumidores que estão sem fonte de renda. Mas o que se conseguiu já é um pequeno consolo.

Acrelândia

O paraíso perdido do prefeito da capital, Bocalom, o município de Acrelândia foi alvo, ontem, de uma operação policial que levou 23 pessoas para a cadeia, por tráfico de drogas, homicídios, roubos e corrupção de menores. Na lista um ex-vereador e um servidor público estadual. A operação foi uma limpa no mundo do crime e mobilizou policiais de diversos municípios.

Maracutaia?

Foi tudo muito estranho. Primeiro, o secretário municipal de meio ambiente, Normando Sales, publica dispensa de licitação para a contratação de uma firma de advogados do Pará, por R$ 7 milhões. Como se no Acre não houvesse defensores disponíveis ou a Prefeitura não tivesse sua procuradoria jurídica estruturada com competentes advogados públicos. Depois, assim que o prefeito pede atenção para o excesso de licitações e faz um apelo pela lisura, o secretário revoga a contratação. Esse é um assunto que merece explicação mais detalhada. Se havia legalidade, por que o contrato foi desfeito? Se havia irregularidade, por que o contrato foi publicado?

COVID

O Acre tem a maior queda de internação e óbitos por Covid no país. Um feito a comemorar, mas sempre com muito cuidado. Bem aqui do lado, Rondônia apresentou alta de 26%. Todo cuidado é pouco. Máscara na cara e não no queixo antes de tudo.

FBI

Foi anunciado ontem que especialistas do FBI e da agência americana antidrogas vão ministrar curso para os policiais acreanos. Antes disso, bem que os federais americanos poderiam dar uma ajudinha para os policiais goianos na captura do Lázaro, que está demonstrando a falta de preparo das forças de segurança. Duas semanas e nada do foragido. Parece brincadeira isso.

Expoacre

O anúncio da possível realização da Expoacre em outubro é no mínimo uma temeridade, já que ninguém sabe como vai se comportar a epidemia de Covid até lá e lento processo de imunização em todo o Acre.  Parece até que a intenção é criar um fato político que impulsione candidaturas para 2022. Porque não se pode negar que as dificuldades serão muitas, sem contar que outubro já é estação de chuva no Acre, o que aumenta ainda mais os riscos para a promoção do evento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Acre em notas
Sobre Acre em notas
Painel sobre política e bastidores das notícias
Rio Branco - AC
Atualizado às 13h05 - Fonte: Climatempo
31°
Poucas nuvens

Mín. ° Máx. °

35° Sensação
7 km/h Vento
63% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (28/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Quinta (29/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °