Terça, 27 de Julho de 2021 10:31
(68) 99971-5137
Cultura Poesia

AlFeNiM CoM RaPaDuRa | Jesus Cristo sobre as águas

Olhando as estrelas, lembrei que, quando menino em Sena Madureira, imaginava ser poeta

15/06/2021 00h00
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
AlFeNiM CoM RaPaDuRa | Jesus Cristo sobre as águas

Por Mauro Modesto

Jesus Cristo sobre as águas

Parei de escrever o meu texto da noite, para apreciar a lua cheia do quarto andar e, olhando as estrelas, lembrei que, quando menino em Sena Madureira, imaginava ser poeta.

Mas descobri ao longo da caminhada que, para ser meramente um “borra-botas” de poeta, teria primeiro que saber ouvir um coral composto de Araras Escarlates e Jaçanãs, estas conhecidas como Pássaro Jesus Cristo, pois caminham sobre as águas.

O maestro da orquestra é o capitão do mato, o Uirapuru, que tem “o canto mais bonito da floresta”. Os demais músicos que compõem a orquestra são o Sanhaçu, o Bem-te-vi, o Trinca-ferro, o Sabiá da laranjeira, o Gavião Real, a Arara-vermelha, o Mutum-de-penacho e, ainda, o Catatau, o Curió, o Azulão e o Pardal...

 

A dança entre os vinhedos

O convite está lançado
para que você venha testemunhar
a expectativa do milagre,
numa noite de folguedo,
onde o amor estará dançando
a felicidade entre os vinhedos.

Você vai assistir o silêncio da noite
debatendo-se com a chuva
e, quando o dia amanhecer,
vai presenciar a revoada da passarada;
entender o cantar do uirapuru,
na claridade matinal,
e escutar a sonoridade
das águas do meu igarapé cafezal!

 

Te daria o mar e seus caracóis

No finalzinho da tarde, uma chuva fina se espraiando por todo lado e, tendo o arco-íris como testemunha, o poeta fez voltar o tempo que passou e disse: te daria novamente o tempo passado, presente e o que virá.

E, como demonstração de meu amor, passaria às tuas mãos, o meu último abrigo, minha chuva de pétalas vermelhas, o canto do rouxinol, minhas madrugadas, meu comprazimento!

Confessar-te-ia minhas inconfessáveis transgressões.

E acrescentei: te daria o perfume de meus lençóis. Te daria tudo, tudo, até o mar e seus caracóis!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
AlFeNiM CoM RaPaDuRa
Sobre AlFeNiM CoM RaPaDuRa
Coluna de Mauro Modesto, um plantador de sementes da poesia
Rio Branco - AC
Atualizado às 12h25 - Fonte: Climatempo
31°
Poucas nuvens

Mín. 21° Máx. 34°

35° Sensação
7 km/h Vento
63% Umidade do ar
90% (12mm) Chance de chuva
Amanhã (28/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quinta (29/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 25°

Sol com muitas nuvens