Sábado, 12 de Junho de 2021 16:22
(68) 99971-5137
Política Opinião

ACRE EM NOTAS | Vacina

Profissionais de comunicação estiveram hoje pela manhã, em reunião com o secretário municipal de saúde Frank Lima

09/06/2021 15h57 Atualizada há 2 dias
Por: Denis Henrique Fonte: Redação
ACRE EM NOTAS | Vacina

Vacina

Profissionais de comunicação representados pelos presidentes do Sinjac (Sindicato dos Jornalistas do Acre), Abrajet (Associação Nacional dos Jornalistas de Turismo) e da AJEB (Associação das Jornalistas e Escritoras do Brasil) e por alguns membros da diretoria, estiveram hoje pela manhã, em reunião com o secretário municipal de saúde Frank Lima.

Expostos

A categoria está inserida no decreto nº 10.288, de 22 de março de 2020 como essencial no combate a Covid-19, mas não figura no Programa Nacional de Imunizações. Os repórteres estão expostos a infecção, por ser da linha de frente.

Carta

Durante a conversa com o secretário Frank Lima, os jornalistas  Victor Augusto (SINJAC)  e Socorro Camelo (ABRAJET e AJEB), entregaram uma  carta em nome dos profissionais de todo o Estado, e explicaram sobre a importância em se incluir os jornalistas entre os grupos prioritários para a vacinação, como já ocorre em vários outros estados. 

Ato nacional

A data de hoje também foi escolhida pela Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ) para marcar o Dia Nacional de Luta pela Vacinação dos Jornalistas. Atos foram feitos por profissionais em todo o país pedindo a vacina.  Uma coisa há que se reconhecer : Se não fosse o trabalho da imprensa, essa pandemia drástica seria ainda pior.  Vamos ver se  as autoridades terão um olhar mais sensível a esses profissionais .

Divulgação

Uma dica ao pessoal das secretarias municipais de saúde dos municípios: a divulgação da vacinação ainda é feita de modo muito discreto, em especial da Capital , limitando-se às redes sociais da prefeitura. Não é o melhor meio para se atingir o público alvo, principalmente a população mais idosa da periferia que, sabe-se, tem um grau muito baixo de imunização. É preciso haver busca ativa de pessoas, não há cadastros confiáveis, principalmente, o controle das doses existentes já aplicadas, que é falho.

Segunda dose

É preciso um cadastro eficiente para a segunda dose, sem a qual a imunização não se completa. A cobertura da segunda dose tem que ser mais abrangente.  Não se pode brincar com a saúde da população, principalmente com a possiblidade da terceira e mais mortal onda da COVID.

Pouco

O Brasil já é um dos países que menos vacina no mundo, com um governo negacionista e defensor, como se vê na CPI, de uma ilusória imunidade de rebanho, sem comprovação científica e na ilusão de tratamento com drogas que não funcionam. O Brasil é 78º em uma lista de 190 países na aplicação de vacinas em relação à população. Um retrocesso sem limites ao se avaliar que já fomos o país líder em vacinação contra a gripe, a pólio e outras doenças. Já se chegou a vacinar 18 milhões de crianças em um único dia no Brasil, hoje, não se consegue um milhão de vacinados por dia na COVID. Uma vergonha que assume números ainda mais terríveis no Acre.

Ninho de cobras

O governador tem importante agenda hoje e amanhã em Brasileia e Epitaciolândia, anunciando obras do anel viário, ponte e ramais. Mais que isso, na agenda paralela, terá que se envolver na política regional que, para ele e seus aliados, é um verdadeiro ninho de cobras. Há conflitos mais que definidos entre partidos como PP e MDB, que comporiam sua base de apoio. Celeiro de votos, no Alto Acre, a disputa por  destaque político nessa véspera de ano eleitoral é problemática para o governo.

Nomes

A campanha para o senado federal será acirrada e está correndo de acordo com os interesses da esquerda acreana. Quanto mais candidatos, melhor fica a situação para o ex-senador Jorge Viana, que conta com a divisão de votos das forças mais conservadoras. Sua estratégia pode dar certo e os votos de seus adversários pulverizados.

Eleição

Com 99,8% dos votos apurados, a vantagem de Pedro Castillo ultrapassa 100 mil votos no Peru, mas a candidata da direita, Keiko Fujimori não aceita a derrota e denuncia fraude. Interessante. No Brasil, a direita acusa as urnas eletrônicas de possibilitar fraude. Lá no Peru, acusa o voto em papel por irregularidades. Na verdade, lá, menos de 0,3% das seções deram problema. Os observadores internacionais ratificam a legalidade e a normalidade da votação. Tem cheiro de golpe no ar.

Aviões

Lá no Peru como aqui no Brasil, nada mais atual do que a velha frase do jornalista e um dos pais do humor brasileiro, Barão de Itararé: “há alguma coisa no ar, além dos aviões de carreira”.

Cotado

Há quem acredite nas reais chances do Toniquinho, o acreano Antônio Aquino assumir a presidência da CBF, diante de todo esse escândalo. Ele disputaria com o mineiro Castellar Filho, ligado a esquemas pesados na federação estadual. Se Toniquinho chegar ao cargo, será a vitória da perseverança, depois de décadas como presidente da federação acreana e mais uma posição de destaque para um acreano, embora cheia de armadilhas.

Preconceito

O episódio de transfobia na prefeitura, quando uma mulher trans foi impedida de usar o banheiro é o reflexo do que ainda acontece em muitos locais e falta de uma posição firme das chefias. É inconcebível que isso ainda prevaleça e, mais que o repúdio, merece ações políticas e judiciais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Acre em notas
Sobre Acre em notas
Painel sobre política e bastidores das notícias
Rio Branco - AC
Atualizado às 18h05 - Fonte: Climatempo
25°
Muitas nuvens

Mín. 19° Máx. 26°

25° Sensação
11 km/h Vento
74% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (13/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens
Segunda (14/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 30°

Sol com algumas nuvens