Quinta, 26 de Maio de 2022
24°

Muitas nuvens

Rio Branco - AC

Auto & Moto Opinião

TIME TO RACE | Bottas, o roda-presa

Se pudesse lhe dar um conselho, diria para procurar outra categoria, fora da Fórmula 1, Bottas pode ser campeão em qualquer certame de quatro rodas, é fera, mas na equipe Mercedes... já deu

24/05/2021 às 15h52
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
Compartilhe:
Acontece de tudo com o finlandês, desta vez, a roda não saiu. Foto Instagram.
Acontece de tudo com o finlandês, desta vez, a roda não saiu. Foto Instagram.

Por Marcelo Moreira

Ah Mônaco! Dizem os amigos. Templo sagrado falam outros. Concordo, mas na prática mesmo ou cai um temporal ou aquele acidente espetacular, sem vítima, para a corrida se tornar emocionante, ao contrário, vira uma procissão. Mônaco derruba aquela máxima de chefe de equipe, que diz, "corrida não se vence na largada, mas se perde". Nas ruas de Monte Carlo, atualmente, na Fórmula 1, o piloto vence na largada, como mostrou Max. Só para lembrar uma boa definição do GP no principado, e uma boa do Nelson Piquet, "correr aqui de F1 é o mesmo que andar de bicicleta em volta da mesa da sala". Já Ayrton Senna parou seu McLaren quando, segundo ele, guiava cada vez mais rápido e mais rápido até que sua visão focava um túnel no traçado ideal e ele não via mais nada, como se estivesse em outra dimensão. Certo é que pode ser uma lenda, mas pode ser um GP chato, enfadonho.

Menos mal que venceu Max Verstappen, o campeonato ganha em disputa. Não é muito - quatro pontos na classificação de pilotos e um ponto na pontuação de construtores - mas agora poderemos conferir as reações psicológicas e o comportamento de Max e Hamilton que, pela primeira vez, invertem as pontuações, trazendo o piloto da Red Bull para a liderança.

Max, agora na liderança. Foto Instagram.

Charlinho, coitado, não consegue correr no asfalto onde bateu bola com os amigos desde pequenino. Será que rolava de marcar o gol pequeno na rua, com as sandálias. Aquela informal partida de futebol sem arbitragem, as famosas peladinhas de rua. Acho que não. Mônaco também é uma pista que não adianta nada ou trás alguma vantagem ao piloto "local", porque só é montada para a F1, F2 e agora FE. Para Leclerc, correr em casa é apenas uma motivação a mais.

O dono da borracharia aqui no bairro, o "George" Borracha, atual comentarista de auto & pneus, declarou que "agora Bottas pode ser chamado de roda-presa, literalmente". Se pudesse lhe dar um conselho, diria para procurar outra categoria, fora da Fórmula 1, Bottas pode ser campeão em qualquer certame de quatro rodas, é fera, mas na equipe Mercedes... já deu.

Lando Norris, além do destaque em suas atuações nas pistas, vêm conquistando o público jovem do mundo inteiro. Um bom exemplo da renovação no esporte.

Carlos Sainz me surpreendeu com sua performance na Ferrari, tinha total convicção de que Leclerc colocaria o espanhol no bolso. Carlos é rápido e esse segundo lugar em Mônaco pode motiva-lo o suficiente para dar trabalho e até superar seu companheiro de time.

A diferença no circuito de rua do principado está na precisão com que o piloto guia.

NASCAR

Sempre entendi que o sucesso da Stock Car Brasil daria frutos, por exemplo, com pilotos brasileiros na NASCAR, era essa a minha expectativa. Na realidade, hoje, tem o Paludo lutando sozinho por lá e ... só. Miguel também não vai participar de todo o campeonato, apenas algumas provas em circuito misto.

É, faltou a Indy... agora é na semana seguinte.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários