Domingo, 16 de Janeiro de 2022 14:19
(68) 99971-5137
Cultura Crônica

Queda

Uma mulher quando cai, sabe bem se levantar

12/05/2021 12h32
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
Queda

Por David Sento-Sé

Acordou bem.

Cabelos lavou. Secou, penteou, cremes passou, maquiou. Vestiu-se como se noiva fosse, de charme e encanto sem igual. Sorriu, não estava mal. Bela estava por sinal. Dia bom pela frente, brilhante, reluzente, um encanto renascido, posto em belo vestido, calçada desconfortável, mas a alma, tão estável, prometia um dia assim, adorável. Tinha planos por direito, um futuro tão perfeito que nada do que sabia poderia estragar tão belo dia.

Coitada, mal sabia.

Não quis o vil destino, como num tango argentino, que o dia lhe fosse assim. Nem rosas e nem jasmim, viria o caminho malfadado, de um tango mal tocado, lhe abandonar sem recado, o protetor querubim.

Mal a porta da frente abriu e a tragédia começava, pois ao passar despercebida a alça da bolsa comprida na maçaneta enganchava.

Levou um tranco no braço, seguido de longo trompaço açoitando a carga fora.

Você imagine o tombo, que fez na testa um calombo crescido na mesma hora.

O sapato perdeu o salto, deu com boca no asfalto voando um dente postiço.

Que queda mal desejada, prova da sorte afastada ou sinal de um bom feitiço.

Espatifada na lama, mal saída então da cama, levantou-se em plena calma fingindo dignidade.

Não apagou sua chama e nem fez o menor drama, pra manter tranquila a alma e a sua sanidade.

Olhou o pé descalçado numa bosta de cachorro, o cós da saia rasgado e a boca sangrando em jorro.

Uma orelha sem brinco, um sutiã já sem alça, um olho de roxo tinto e rasgou-se a meia-calça.

Veio chuva de lavagem, caiu na hora certinha, derreteu a maquiagem e acabou com a chapinha.

De tudo de mal para ela, que não sabia o que vinha, foi ver que a olhar da janela estava a pior vizinha.

Uma mulher quando cai, sabe bem se levantar.

Não lhe interessa a dor nem fica a se lamentar.

Mas que seja bem discreto, que fique o ato secreto, que ninguém saiba sequer, que não se escute o relato ou que não aconteça o fato na frente de outra mulher.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
David Sento-Sé
Sobre David Sento-Sé
Publicitário por opção, artista plástico, músico, chefe de cozinha e escritor por paixão.
-
Atualizado às 19h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (17/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Terça (18/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °