Sexta, 25 de Junho de 2021 03:59
(68) 99971-5137
Brasil Cenas de terror

'Ele perguntava quantas pessoas tinha matado', diz soldado que resgatou vítimas de ataque em SC

Militar do Corpo de Bombeiros relatou a cena de pânico após assassino, armado com uma faca, causar a morte de três crianças e duas professoras numa escola infantil de Santa Catarina

04/05/2021 15h27
Por: Denis Henrique Fonte: O Globo
'Ele perguntava quantas pessoas tinha matado', diz soldado que resgatou vítimas de ataque em SC

Após esfaquear três crianças e duas professoras de uma escola infantil do município de Saudades, em Santa Catarina, o suspeito de 18 anos apontado como responsável pelo ataque cortou o próprio pescoço com a faca utilizada para matar suas vítimas. Ele não conseguiu concluir a tentativa de suicídio e ficou estirado no chão.

“Ele estava sangrando bastante, mas permaneceu consciente. Perguntava quantas pessoas tinha matado. E dizia que queria morrer”, diz o soldado Raphael Blazech, do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, que fez parte do primeiro grupo da corporação a chegar ao Centro de Educação Infantil Aquarela, minutos após o ataque que causou a morte de três crianças e duas professoras por volta das 10h desta terça-feira (4).

O militar relata a cena de pânico que presenciou no local. “Era muita correria, muito desespero, com as pessoas gritando. Encontramos duas crianças mortas, assim como uma professora. Resgatamos uma outra professora e um terceiro aluno”, explicou Blazech.

Os dois feridos morreram no hospital público da cidade. “Infelizmente, não conseguimos salvar nenhuma das vítimas”, lamentou o militar do Corpo de Bombeiros.

O autor do ataque foi levado para outra unidade de saúde no município vizinho de Pinhalzinho e, horas depois, acabou transferido para um hospital em Chapecó.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.