Domingo, 09 de Maio de 2021 11:28
(68) 99971-5137
Cultura Poesia

AlFeNiM CoM RaPaDuRa | Quietude e saudade

Disse a ela que somente quero encostar o meu rosto bem em cima dos teus seios cobertos por uma blusa de cetim

04/05/2021 08h32
257
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
AlFeNiM CoM RaPaDuRa | Quietude e saudade

Por Mauro Modesto

Mea-culpa

Será que a culpa é da minha fragilidade esparramada pelas esquinas, da delicadeza que acontece ao raiar do sol, da discrição da senhora que fascina, do passarinho que ao cantar nos deixa contemplativo, das verdades pouco ditas, do corpo transpirando excitação, da tempestade que atropela o celeiro, da flor nascida à beira da estrada ou é do conflito em meu sofrido coração?

A culpa será da locução das rosas, das cantigas mal entoadas, do raio de luz iluminando o hino da liberdade, dos anjos que não nos enviam os bons sonhos, do abraço anunciando a saudade, do orvalho caído sobre o encanto das plantas, da escassez do afago e do amor, da beleza dos fios de cabelos cor de prata, das lágrimas que não chegaram ao chão ou é das tardes mornas com respingos de uma linda cascata?

Ah! A culpa deve ser dos meus sonhos encharcados pela água da biqueira, do sorriso digno de compaixão, da singularidade do meu arvoredo...  

Afinal, será que a culpa é minha, porque não te amei em segredo?

Rumo da venta

Amanhã, quando acordar, viajarei nos teus abraços. Depois vou seguir "no rumo da venta" e, quando chegar bem no meio do bosque, deixarei os teus segredos invadirem o meu sonhar!

Rosa vermelha

Passam-se os dias e a minha inspiração não perde o ânimo, não desfalece.  Vivo a natureza dos pássaros, da entrega consciente, de um belo despertar, de um novo poente, dos montes, das cascatas e da rosa vermelha do horizonte.

Quietude e saudade

Ela não se fez de importante e logo ao alvorecer, parou, pensou... E voltou para aprender a entoar o meu canto de liberdade, de quindim, da quietude de minha saudade.

Disse a ela que somente quero encostar o meu rosto bem em cima dos teus seios cobertos por uma blusa de cetim.

Sei como é ruim encostar a cabeça, em noite fria e desprotegida, numa parede gelada, à espera do nada!

Consola coração

O vento atravessou a janela da sala, espalhou minhas poesias de benquerença pela casa e algumas delas voaram pela janela do quarto andar, para consolo de tantos corações carentes de amor!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
AlFeNiM CoM RaPaDuRa
Sobre AlFeNiM CoM RaPaDuRa
Coluna de Mauro Modesto, um plantador de sementes da poesia
Rio Branco - AC
Atualizado às 13h25 - Fonte: Climatempo
27°
Nuvens esparsas

Mín. 17° Máx. 28°

29° Sensação
9 km/h Vento
70% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (10/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 31°

Sol com algumas nuvens
Terça (11/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.