Terça, 18 de Maio de 2021 18:46
(68) 99971-5137
Cultura Poesia

AlFeNiM CoM RaPaDuRa | Varanda do quarto andar

Quando passeia pelo quarto andar, leva belos sonhos, o melhor da serenidade, afasta do poeta qualquer tipo de saudade ...

23/04/2021 00h00
478
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
AlFeNiM CoM RaPaDuRa | Varanda do quarto andar

Por Mauro Modesto

Tudo de novo

Pelo teu amor começo tudo do começo.
Esqueço o meu silêncio sofredor,
o lamento pálido, incolor,
meu sorriso amarelo, a missão espinhosa,
o lugar incerto, meu grito de dor,
a poeira escaldante,
o vento sombrio que conduz o meu instante.
Por teu abraço, esqueço o que perdi no tempo,
meus versos atropelados, meu calmante,
o prazer sem emoção,
minha estrela colorindo o céu,
a saudade que alimenta o meu coração.

Varanda do quarto andar

O cantar das minhas recordações
pode até ter silêncio, lágrimas, pecados,
mas tem, também, meiguices e canções.
Quando passeia pelo quarto andar,
leva belos sonhos, o melhor da serenidade,
afasta do poeta qualquer tipo de saudade,
deixa a fórmula completa do gracejo,
da prece, da boa semente e do arrependimento,
da caridade, do despojamento e da felicidade.

Crepúsculo

Da minha paixão,
fiz o por-do-sol para te contemplar.
Da impaciente tempestade fiz a tua primavera.
Do meu cansaço, fiz a noite para contigo sonhar. 
Da minha madrugada cercada de solidão,
Pintei o teu crepúsculo sem conspiração.
Das minhas lágrimas,
fiz o teu vinho com sabor de mel.
Da minha melancolia,
dei voz ao vento para afastar de ti a nostalgia!

Bate e remexe

Sinto-me bem em cantar o meu canto.
Dentro de mim guardo, sem rancor,
alguns pedaços de lágrimas;
manifesto meus desejos 
diante dos raios da manhã nascente.
Reflito e pondero
diante de quem me rouba a alma.
Ao lado dela desfruto do sol poente!
Admiração pela poesia e sua sonoridade,
poesia que bate, remexe, sobe e desce
ainda tem a cor da minha saudade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
AlFeNiM CoM RaPaDuRa
Sobre AlFeNiM CoM RaPaDuRa
Coluna de Mauro Modesto, um plantador de sementes da poesia
Rio Branco - AC
Atualizado às 20h38 - Fonte: Climatempo
26°
Alguma nebulosidade

Mín. 22° Máx. 32°

28° Sensação
2 km/h Vento
79% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (19/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quinta (20/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens