Domingo, 16 de Janeiro de 2022 15:00
(68) 99971-5137
Geral Opinião

Vida, paixão e morte

Jesus acabou na cruz. Dizem que até que virou nome de rua em Roma, mas quebraram a placa

20/04/2021 14h41
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
Vida, paixão e morte

Por David Sento-Sé

Cê tá ligado que Jesus Cristo era filho de refugiados, né? Nasceu na periferia de uma cidade do interior, num país do Oriente Médio, que é um lugar que nunca teve paz desde aquela época e, é claro, tinha um tipo de ditador local: Herodes. O cara era um direitona fascista, muito doido como é todo fascista e meio que acreditava em teorias da conspiração. Herodes acreditava que a Galileia era plana.

Se ligue: Herodes tava tocando terror em Jerusalém por que três Reis Magos, bocudos, foram perguntar pra ele, se ele tinha o endereço de um menino, recém-nascido, que reinaria o mundo. O cara era tão radical de direita que falou assim:

– Ah é? Recém-nascido? Quer tomar o poder esse comunista safado? Então vamo matar tudo que é recém-nascido e livrar as pessoas de bem dessa praga.

Rapaz, o áudio vazou e José, que criava Jesus como um filho, ficou sabendo da parada, Maria, mãe do menino, até falou que podia ser “Fake News” mas José, que conhecia a quebrada, resolveu vazar pro Egito. Pegaram o menino, uns paninhos, um jegue e “caparam o gato” pro Egito, atravessando um deserto de lascar, numa área cheia de PM romano. Pura treta.

Quando Julio César pegou um impeachment em Roma, na base da faca, Herodes “O Grande” apoiou Cleópatra (PP) e Marco Antônio (PSDB) pra sucessão. Mas, Otávio Augusto (DEM) ganhou a parada, rapidinho Herodes mudou de lado e até divorciou e casou com uma terceira esposa, loira e judia, só pra ter o apoio da Bancada Judaica. Nomeou uns militares pro governo, disse que ia matar os traficantes de Mirra e prender pretores corruptos, batia continência pra bandeira Romana e foi tocando governo junto com os filhos no maior nepotismo, aliás tudo com o mesmo nome: Herodes Arquelau (Senador pela Galileia) mais Herodes Filipe e Herodes Antipas (Deputados Federais da Bancada da Espada) e tinha Herodes Filipe II que o pai tava preparando lançar Vereador em Nazaré.

Quando Herodes “O Grande” morreu, (Herodes já tinha escapado de morrer de facada durante uma manifestação na Judeia mas morreu de velho mesmo) um blogueiro chamado Mateus (Mateus 2:19-20.com.br) publicou a notícia. O casal de refugiados no Egito viu na Net e resolveu voltar pra casa com o moleque Jesus. Mas em Nazaré a parada também era sinistra meu irmão. Não tinha escola pública, não tinha saneamento, quadra de esportes, não tinha nada véio, era só tráfico de mirra e milícia Romana obrigando a comunidade a só comprar lenha na mão deles.

Jesus, pré-adolescente, já tava de cabeça feita, por um primo, João Batista, que ele conheceu numas quebradas lá no Egito e no dia que saiu de Nazaré e foi pra Jerusalém, pra curtir um feriado prolongado na Páscoa, o moleque pirou. Com 12 anos entrou numa igreja, tipo evangélica e quando o pastor começou a cobrar o dízimo ele quebrou a banca.

– Que porra é essa véio? – ele falou – Issaqui é a casa de Deus meu, que onda é essa de enganar as pessoas? – pegou um chicote e botou pastor, obreira, capanga, botou tudo pra correr. O moleque era punk!

Pobre, preto, sem cota pra faculdade, quase cai no tráfico. Mas, foi o mesmo primo, o Batista, que meio que segurou a parada dele. Um dia na praia, João Batista deu uns caldos em Jesus e falou – Larga essa cachaça mano, se ligue, isso é tudo culpa do Governo, o povo precisa de assistência social, educação, remédio no posto de saúde, aqueduto e esgoto. Precisa o mínimo de dignidade pra crescer na vida. (Batista, antes do Betinho, tava querendo sair vereador por Jerusalém com um programa “Bolsa Sagrada Família”) – Tu tem um Pai não biológico mano que é mais forte que essa repressão toda. Eita Batista trotskistazinho da zorra, acabou perdendo a cabeça a pedido de uma tal Salomé, massagista e funcionária fantasma do Gabinete de Herodes Antipas, já no Governo.

Jesus trampava com o pai, José, numa carpintaria e já tava cheio de ideia de esquerda. Organizou sindicato de carpinteiro, fez piquete na porta de orgia romana e danou-se a fazer milagre naquele sertão de ninguém. Foi cego enxergando, aleijado andando e, até morto, já fedendo, levantou e foi tomar banho. Fez comício em montanha, “jegueata” em Jerusalém,           multiplicou Cesta Básica, Jesus era o Cão, ou melhor, Cão não. O Cão já tinha tentado filiar Jesus no MDB mas não conseguiu.

Nessa altura, a base queria Jesus pra Rei da Judeia. Ih! Deu o maior rolo. Um Pretor da segunda Vara de Jericó botou Jesus em cana, disse que ele tava andando em cima d´água num sítio de um amigo dele José de Arimateia e acusou Jesus de favorecer Pedro, um dos apóstolos, na construção de uma igreja. O mesmo blogueiro Mateus publicou que Jesus só disse: “Tu es Pedro e sobre esta pedra eu construirei minha Igreja.” (Mateus 16,13-19.com.br). Isso não era favorecimento ilícito, mas Judas, em delação premiada com trinta moedas, dedurou Jesus e o profeta acabou no xilindró mesmo. Tentaram pedir prisão domiciliar, tornozeleira de couro mas nada adiantou. A Federal Romana levou “O Homem” pra Herodes Antipas. Antipas deu cagaço e mandou Jesus pro STF, lá, um Ministro da Segunda Turma, Pilatos, pediu vistas e sentou no processo.

Enquanto isso, na Judeia, arautos a serviço do Governo insuflavam as massas e o clero de direita botava pilha na classe média e na nobreza, dizendo que Jesus era Marxista e que queria transformar o Oriente Médio na Venezuela. O povão foi pra rua, tudo de toga amarela, pedindo a volta do Deus de Abraão, ditador que expulsou casal sem papel passado do Paraíso, matou criancinhas, alagou o mundo e apedrejou homossexuais. Tava feia a coisa.

A base tentou reagir com uma campanha “Jesus Livre” mas não colou. Tinha Rei Mago que visitava Jesus na Federal e quando saia dizia que a peia tava grande, os PM botaram “O Messias” no Pau de Arara, deram choque, levaram a mãe, Maria, pra ver o filho torturado, ficavam sacaneando o cara e até Faixa Presidencial de espinhos um centurião chamado Brilhantavos Uztra botou no coitado.

Nisso, Caifás (PP), da Bancada Judaica, mexeu os pauzinhos no Supremo e o processo de Jesus voltou pra Herodes. Herodes falou – Eu Creusa? – E mandou Jesus de volta pro STF. O B.O. ficou pra lá e pra cá, assim mesmo como eu tou falando.

Depois do recesso, Pilatos que era o relator do processo, falou que ia dar um Habeas Corpus pro réu porque ainda cabiam recursos. Ah meu irmão! Caifás (PP), ficou puto, reuniu a Bancada do Sinédrio e numa audiência com Pilatos inventaram que Jesus queria mudar o nome da capital de Roma pra Havana, que Madalena era quenga e queria ser vice na chapa de Jesus, que pobre não podia andar de biga, que Jesus queria criar cota pra núbios, uma maldade.

Pilatos resolveu interrogar Jesus mas o brother ficou calado pra não criar provas contra ele mesmo. Sabe come é, né? Depois desse stress todo ele ia acabar falando – Cês sabem de quem eu sou filho meu irmão? – Melhor não abrir a boca, tá ligado? Ai Pilatos que era do PSOL mas ninguém sabia, sacou essa:

– Vamos aproveitar a Páscoa e fazer uma Audiência Pública. Chama lá o Barrabás  que tá em cana e vamos deixar o povo decidir quem eu solto e quem fica preso.

Que é que é isso cumpadi? Barrabás Queiroz era motorista de Biga de um dos Herodes filho, tava preso porquê acharam uma conta dele com mais de um milhão de dracmas depositadas. Ele até tinha transferido vinte e nove mil dracmas pra conta de Herodias, mulher de Herodes Antipas, “O Cagão”.

No meio da Esplanada a mundiça gritava – Solta o Queiroz! – Outro dizia – Jesus quer libertar os escravos, os escravos pediram pra ser escravos! – Jesus tem relacionamento homoafetivo com doze homens! – Jesus não compra na Havan! – Foi um massacre.

Pilatos até tentou argumentar mas tinha o rabo preso numa gravação de uma conversa com um criador de frangos, às duas da manhã, na garagem do seu palácio.

Jesus acabou na cruz. Dizem que até que virou nome de rua em Roma, mas quebraram a placa. Morreu julgado e condenado com Trânsito em Julgado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
David Sento-Sé
Sobre David Sento-Sé
Publicitário por opção, artista plástico, músico, chefe de cozinha e escritor por paixão.
Rio Branco - AC
Atualizado às 16h43 - Fonte: Climatempo
33°
Muitas nuvens

Mín. 22° Máx. 31°

37° Sensação
7 km/h Vento
59% Umidade do ar
67% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (17/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Terça (18/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.