Domingo, 09 de Maio de 2021 12:34
(68) 99971-5137
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Congresso pode votar recursos para programa de redução de jornada e salário na próxima semana

Na pauta também estão 14 vetos presidenciais

15/04/2021 11h27
100
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
O Senador Rodrigo Pacheco preside sessão do Congresso Nacional - (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)
O Senador Rodrigo Pacheco preside sessão do Congresso Nacional - (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), confirmou nesta quarta-feira (14) que serão realizadas duas sessões do Congresso Nacional na próxima semana. Ele anunciou que as sessões serão na segunda-feira (19) e na terça-feira (20). A presidência do Congresso cabe ao presidente do Senado.

Na pauta do Congresso estão pendentes de votação 14 vetos do presidente da República, Jair Bolsonaro, mas apenas dez deles estão trancando a pauta de votações. Também deve ser votado o PLN 2/2021, que permite a abertura de créditos extraordinários no Orçamento de 2021 destinados a programas emergenciais para redução de salário e jornada na iniciativa privada e apoio a micro e pequenas empresas.

"Nós vamos nos dedicar para votarmos o PLN 2, que é muito importante para garantir a implantação no Brasil dos programas de manutenção do emprego, e do Pronampe, de auxílio às pequenas e micro empresas, e também  a apreciarmos diversos vetos presidenciais, que é atribuição do Congresso Nacional", disse Pacheco.

Vetos
Os dez vetos presidenciais que trancam a pauta do Congresso são o 56/2019; 35/2020, 50/2020; e 1, 4, 5, 6, 7, 8 e 9 de 2021.

O VET 35/2020 dá prioridade para acesso ao auxílio emergencial à mulher provedora de família monoparental.

Já o VET 1/2021 atingiu o projeto (PL 1013/20) que suspendia o pagamento de dívidas de clubes inscritos no Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut). O VET 50/2020 foi aplicado à Medida Provisória 983/20, editada para desburocratizar as assinaturas eletrônicas de documentos para ampliar o acesso a serviços públicos digitais.

Do veto ao pacote anticrime (VET 56/2019), só falta os parlamentares votarem o dispositivo sobre a realização de videoconferências em audiências de custódia.

O veto do presidente da República (VET 5/2021) a dispositivos da Lei que cria a Política Nacional de Pagamento por Serviços Ambientais (PNPSA), também pode ser votado.

Para que um veto presidencial seja derrubado pelo Congresso Nacional são necessários os votos de 257 deputados e 41 senadores.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.