Domingo, 09 de Maio de 2021 12:38
(68) 99971-5137
Polícia e Justiça Bárbaro

Polícia Militar prende homem acusado de matar desafeto a golpes de foice enquanto dormia

O motivo do bárbaro assassinato, segundo o autor, foi em decorrência da vítima o ter humilhado enquanto trabalhou na propriedade semanas atrás

15/04/2021 09h44
159
Por: Denis Henrique Fonte: O Alto Acre
Polícia Militar prende homem acusado de matar desafeto a golpes de foice enquanto dormia

Um crime bárbaro ocorreu na noite desta terça-feira, dia 13, na zona rural do município de Brasiléia. O sinistro aconteceu no ramal do km 13 da BR 317 (Estrada do Pacífico) quando o comando do 5º Batalhão da Polícia Militar do Alto Acre foi acionado sobre o caso.

Quando a guarnição já se encontrava no ramal, depararam com um homem com as características do que foi passado pelo telefone. O mesmo foi abordado e na revista, portava uma arma branca (faca) na cintura.

Ao ser indagado sobre a morte, o mesmo não hesitou em confessar que havia cometido o crime. O motivo do bárbaro assassinato, segundo ele, foi em decorrência da vítima o ter humilhado enquanto trabalhou na propriedade semanas atrás.

Conta ainda que Milton da Silva Desidério, ingeria bebida alcoólica todos os dias e ficava lhe humilhando e ameaçando de morte. Foi quando se aproveitou da oportunidade quando estava dormindo, se apossou de uma foice e desferiu dois golpes na cabeça, para em seguida fugir do local e ser encontrado pela guarnição da PM.

Em revista na casa, os policiais realmente encontraram a vítima na mesma posição de dormir com seu cachorro ao lado, provavelmente sequer soube o que lhe tirou a vida. José Francisco Santo Freitas, de 54 anos, foi preso em flagrante delito por assassinato, sendo algemado e conduzido à delegacia.

Os policiais localizaram a foice usada no crime com marcas de sangue. O caso está registrado na delegacia do município de Brasiléia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.