Sexta, 25 de Junho de 2021 05:09
(68) 99971-5137
Política Deu ruim

Maioria da população considera ruim ou péssima gestão dos 100 dias de Bocalom

56,4% dos eleitores da capital consideram a gestão do prefeito da capital do Acre nesses primeiros 100 dias como ruim ou péssima, contra 23,3% que consideraram ótima ou boa. O governador é bem avaliado e tem 65,8% de aprovação

14/04/2021 11h14 Atualizada há 2 meses
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com

O instituto Data Control divulgou pesquisa que aponta que os eleitores de Rio Branco reprovam em sua maioria os 100 primeiros dias da gestão do Prefeito Tião Bocalom. Para 56,4% dos entrevistados, a gestão do prefeito pode ser avaliada como ruim ou péssima contra 23,5% que a avaliam como ótima e boa. Para 13,3%, o desempenho tem sido regular.

Os números exatos são que 35,5% dos eleitores optaram por considerar péssima a gestão, 20,9% como ruim, contra 4,7% que consideram ótima e 18,5% como boa. Os que avaliam como regular são 15,3% e 7% preferiram não opinar.

Governador

O Governador Gladson Cameli continua com avaliação positiva. 65,8% da população considera a gestão do governador como ótima ou boa, contra 16,6% que a avaliam como ruim ou péssima. São 22,3% de avaliações como ótima, 43,6% como ótima, 8,0% como ruim e 8,6% como péssima. Para 16,6% o governo é regular e 1% não respondeu. 

Presidente

O presidente Bolsonaro, embora tenha caído muito em sua popularidade, em relação aos altos índices de votos em sua eleição, que levou o Acre a ser o estado em que ele conseguiu, proporcionalmente, o melhor desempenho, ainda mantém uma ligeira avaliação positiva. Hoje, 42,2% dos eleitores têm posições favoráveis ao presidente, mas ele é rejeitado por 37,8% dos eleitores. 13% consideram seu governo ótimo, 29,3% bom, 9,6% avaliam como ruim e 28,2% como péssimo. Para 17,6% a administração é regular e 2,3% não opinaram.

Expectativa com mandato

Um fato a se destacar na pesquisa é que, embora esteja em baixa na avaliação dos seus primeiros 100 dias, o prefeito Bocalom ainda mantém a expectativa de que vá fazer uma boa gestão. Ou seja, tem condições de recuperar os índices da eleição, embora tenha que mostrar logo essa intenção de mudança de postura em relação à população.  É nisso que acreditam 47,2% dos eleitores contra 29,6% que têm expectativa de um governo ruim ou muito ruim. Para 20,9% a gestão será “mais ou menos” e 2,3% não opinaram.

Áreas de atuação

A geração de empregos é a área em que os eleitores esperam maior atuação do governador e a saúde é o que mais a população cobra do prefeito.  Os eleitores também querem que o governador continue sua ação para conseguir vacinas contra a covid e permaneça investindo na saúde. Com relação ao prefeito Bocalom, a saúde é a principal área em que o eleitor faz a cobranças, com 40,5% das opções, seguida pela pavimentação das ruas e obras nos ramais.

A pesquisa Control ouviu 602 eleitores estratificados conforme a distribuição do eleitorado, no dia 12 de abril e a margem de erro do levantamento é de quatro pontos percentuais para mais ou para  menos.

 

     

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.