Quinta, 15 de Abril de 2021 14:00
(68) 99971-5137
Política Oficina Nacional

Oficina Nacional de Ouvidorias Externas tem participação de acreana indicada pela Ouvidoria da DPE

O evento acontece nesta quinta-feira, 8, às 18h30, pelo canal do Fórum Justiça no Youtube

08/04/2021 09h14
45
Por: Denis Henrique Fonte: Assessoria
Oficina Nacional de Ouvidorias Externas tem participação de acreana indicada pela Ouvidoria da DPE

A socióloga acreana Jaycelene Brasil foi indicada pela Ouvidoria-Geral da Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC) para compor a programação da oficina “Ouvidorias Externas das Defensorias Públicas: fortalecendo a participação popular para o acesso à Justiça em tempos de crise".

O evento que acontece nesta quinta-feira, 8, às 18h30, pelo canal do Fórum Justiça no Youtube, reunirá diversas personalidades de todo país que representam a luta pela garantia de direitos e efetividade das políticas sociais.

Para a ouvidora-geral, Solene Costa, a oficina é uma oportunidade de troca de conhecimentos, reflexão e um ato de apoio para destacar a importância do fortalecimento entre as Ouvidorias das Defensorias Públicas do Brasil.

A organização do evento é de responsabilidade do Fórum de Justiça e do Conselho Nacional de Ouvidorias das Defensorias Públicas.

Perfil

Jaycelene Brasil - É socióloga acreana formada pela Universidade Federal do Acre (Ufac), pós-graduada em Gestão Estratégica de Políticas Públicas pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), militante de direitos humanos há 18 anos formada pelo Centro de Defesa dos Direitos Humanos e Educação Popular do Acre (CDDHEP). Se autodeclara feminista negra afroamazônida e, desde 2004, despertou o olhar para a pesquisa voltada para as relações raciais.

Coordenou de 2009 a 2013 o Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas de Morte (Provita-Acre), coordenou a Campanha Rio Branco Sem Racismo no município de Rio Branco de 2013 a 2014. Atuou como professora de Sociologia no ensino público em 2015 e em 2019, é educadora popular e membra do Movimento Negro Unificado (MNU-Acre).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.