Sexta, 25 de Junho de 2021 05:04
(68) 99971-5137
Esportes Opinião

TREINO DA VITÓRIA | Avaliação infantil

Você conhece a capacidade de crescimento e desenvolvimento infantil de seus filhos?

01/04/2021 21h20 Atualizada há 3 meses
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
TREINO DA VITÓRIA | Avaliação infantil

Por Marcus AlbuquerqueCREF 000545G/AC

Você conhece a capacidade de crescimento e desenvolvimento infantil de seus filhos?

Sua condição fisiológica e composição corporal atual?

Além da crise hipocinética desencadeada pelo mundo digital, o isolamento e distanciamento social da nova era chegou para impactar o comportamento infantil, na maioria das vezes, de forma negativa, trazendo incremento de obesidade e decréscimo das funções corporais, agilidade, massa muscular etc.

Quer alterar este quadro para melhor?

Vem comigo!

Avaliação e prescrição de atividades físicas para crianças e adolescentes.

Saúde, prevenção e profilaxia.

 

Avaliação física e funcional

xxxxxxxxxxxxxx

 

Laudo:

Data: 01\4\2021

Data de nascimento: x/x/2013

Peso: 45,5kg

Estatura: 1,34m

 

Apresenta um grau de obesidade elevado, com média %G 41,35 (cálculos de Guedes, Mukherjee & Roche e Boileau). – utilizamos três fórmulas para diminuir a diferença de resultados em termos de modelo de coletas de dados.

Tem uma boa simetria bilateral de comprimento de membros e circunferência corporal.

Testes de resistência muscular localizada:

FLEXÃO DE BRAÇOS

00:00:19

11

AGACHAMENTO

00:00:43

32

ABDOMINAL

00:00:21

6

Estes resultados não apresentam grande padrão comparativo em termos absolutos com números gerais mundiais, então, nestes primeiros anos de vida, servem como avaliação comparativa a si mesmo e, em segundo momento, dentro do grupo de mesma faixa etária do banco de dados a que pertence.

Composição corporal:

                                           

 

1-           Curvas de Crescimento

As curvas de crescimento são um método de referência utilizado para monitorizar o crescimento e estado de saúde infantis, desde o nascimento até à idade adulta (0-19 anos), mostrando-se uma ferramenta muito importante para avaliar, a longo prazo, o estado de saúde das populações.

Organização Mundial de Saúde

As curvas de crescimento preconizadas pela OMS são utilizadas como referência internacional, desde 1978, pois mostram-se uma ferramenta eficaz para a identificação precoce do ganho ponderal excessivo e diagnóstico nutricional. O diagnóstico de sobrepeso (excesso de peso ou pré- obesidade e obesidade), recomendado pela OMS, é o mais utilizado mundialmente.

A adoção das curvas da OMS têm merecido um forte apoio de múltiplas associações e organismos com ação centrada na promoção da saúde da criança como é o caso do Standing Committee on Nutrition of the United Nations System, da International Union of Nutritional Sciences, do European Childhood Obesity Group e da International Pediatric Association encorajando os governos a adotaram as curvas nos programas de vigilância do estado de saúde infantil.

   acima do z-score +2       Peso elevado para a idade

   entre z-score +2 e z-score +3     Obesidade

 acima do z-score -2          adequada para a idade

 índice de conicidade                 1,21

Fornece informação sobre a distribuição da gordura corporal. É um método que se baseia no princípio que, no perfil morfológico do corpo humano, há maior concentração de MG na região central. São utilizadas as medições de perímetro da cintura (m), estatura (m) e peso corporal (kg). Para a utilização deste índice, é pressuposto que o perfil morfológico do corpo humano pode ser representado pelo formato de um duplo cone com base comum, quando apresenta maior concentração adiposa na região central do corpo. Quando apresenta menor concentração adiposa é então representado por uma forma cilíndrica

Apesar de valores elevados estarem mais fortemente associados ao risco cardiovascular e metabólico do que outros indicadores antropométricos de obesidade central, não existem indicadores referenciais direcionados à identificação do risco para a saúde.

 RCQ                   0,89

Tabela de risco Cintura-quadril

Risco de saúde

Mulher

Homem

Baixo

Inferior a 0,80

Inferior a 0,95

Moderado

0,81 a 0,85

0,96 a 1,0

Alto

Superior 0,86

Superior 1,0

Fornece informação relevante sobre a distribuição da gordura corporal, refletindo o grau de adiposidade periférica. A distribuição de gordura corporal pode ser classificada de duas formas: como obesidade andróide (também designada de centrípeta, abdominal ou visceral) quando há maior acumulação de gordura na região do tronco, principalmente no abdómen, e menor quantidade nas extremidades (corpo em formato de “maçã”); obesidade ginóide (também designada de periférica) quando há maior acumulação de gordura nas extremidades, principalmente na zona da anca, glúteos e coxa superior (corpo em formato de “pêra”).

 RCE                   0,57 - Valores de 0,52 e 0,54 são os pontos de corte de otimização da relação Sensibilidade/Especificidade respectivamente para excesso de peso, sobrepeso ou obesidade.

Indicador simples da distribuição da gordura corporal, principalmente na parte superior do corpo, sendo frequentemente utilizado como indicador de obesidade central, diretamente relacionado com o risco cardiovascular em crianças e adolescentes. É calculada através da divisão do perímetro da cintura (cm) pela estatura (cm). Ao calcular esta razão, se o valor obtido for 0,5 indica um risco aumentado para ambos os sexos e em diferentes etnias e pode ser aplicada em crianças e adultos. No entanto há estudos que sugerem que deveria haver pontos de corte diferentes para um intervalo de idades específicas. Pode ser aplicado dos 6 aos 18 anos de idade

 IMC                    25,34 – acima de 20,3 é considerado obesidade.

O IMC, originalmente denominado de Índice de Quetelet, é um índice simples que correlaciona o peso e a estatura (peso corporal expresso em kg dividido pela estatura em m2). É o parâmetro mais utilizado para classificar o estado nutricional, através da relação entre o peso e a estatura: baixo peso/magreza, peso normal (normoponderal), excesso de peso ou obesidade.

No âmbito epidemiológico, os valores do IMC podem surgir como um importante indicador geral mas, quando aplicados em contexto individual, deve-se ter sempre em conta outros indicadores que reflitam melhor a distribuição dos tecidos corporais.

Importante salientar que, pela idade do avaliado, vários destes parâmetros apresentam um desvio padrão muito elevado, indicando que o contexto é pontual e com grande variabilidade.

 Marcus Albuquerque | CREF 000545G\AC

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Marcus Albuquerque
Sobre Marcus Albuquerque
Professor de educação física, especialista em judô olímpico e pilates.
Rio Branco - AC
Atualizado às 07h01 - Fonte: Climatempo
19°
Alguma nebulosidade

Mín. 19° Máx. 32°

19° Sensação
4.7 km/h Vento
100% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (26/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 33°

Sol com algumas nuvens
Domingo (27/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.