Quinta, 17 de Junho de 2021 22:20
(68) 99971-5137
Auto & Moto OPINIÃO

TIME TO RACE | Toma Borracha

Tanto Hamilton, quanto Márquez, serão desafiados e até batidos em algumas batalhas. Mesmo com todo favoritismo, tudo pode acontecer. Essa emoção é que move o esporte.

22/02/2021 17h32 Atualizada há 4 meses
Por: Redação Fonte: Acreaovivo.com
Marcos Gomes é o atual campeão da categoria GT do Asian Le Mans Series. Foto divulgação.
Marcos Gomes é o atual campeão da categoria GT do Asian Le Mans Series. Foto divulgação.

Por Marcelo Moreira

Amigos me perguntam quando vou retornar com as resenhas na padaria. Não imaginava que as pessoas, que cito aqui em minha crônica, seriam tão requisitadas. Filé, Borracha e seu Manoel perceberam a notoriedade e agora me cobram determinadas opiniões e assuntos abordados. Estou tendo enorme dificuldade de manter o bom senso e o equilíbrio nos depoimentos, mesmo cortando os impublicáveis.

No momento a resenha não está rolando porque todos entenderam a importância do distanciamento social. Então, foi sem querer que encontrei Borracha, estava voltando da farmácia, quando dobrei a esquina e dei de cara com aquele cidadão de 2 metros de altura por 3 de largura.

- Fala Borracha, tudo tranquilo?

- Comigo tudo bem, você é que deve estar em dificuldade para escrever essa semana, né não?

- Nada Borracha, tem sempre assunto...

- Tem pra você, que é cheio de "convercê", tudo vira assunto. Jornalista quando quer, escreve, escreve, escreve e não diz nada.

- Que isso Borracha! Meu papo na coluna é reto - esportes a motor.

- Sei. Essa semana tu não tem nada pra escrever...vai enrolar o leitor com previsões.

- Vou não, quem faz previsão é cartomante. Para fazer uma análise séria da temporada, preciso de, pelo menos, três corridas.

- Eu não sou jornalista e nem cartomante então, na qualidade de povão, meu palpite é Lewis Hamilton na F1 e Marc Márquez na MotoGP.

- Boa Borracha, sua aposta tem grande chance de acerto. Estou indo, abraço meu amigo.

- Valeu Marcelinho, só quero ver o texto dessa semana. É bem capaz de você reproduzir a nossa conversa, cara de pau! Profetizou Borracha, proprietário da borracharia aqui perto de casa.

Falei e fiquei pensando na previsibilidade da aposta de "George" Borracha (originalmente é Jorge, mas, depois que George Russell pilotou a Mercedes do Hamilton, Borracha me pediu para usar aqui o nome George). Pode até vencer o favorito, mas legal é ver quem vai tentar superá-lo, e como serão as estratégias para a vitória. Tanto Hamilton, quanto Márquez, serão desafiados e até batidos em algumas batalhas. Mesmo com todo favoritismo, tudo pode acontecer. Essa emoção é que move o esporte. Agora vamos as notícias que George Borracha diz não existir.

O piloto Marcos Gomes, chegou em quinto nas 4 Horas de Abu Dhabi, categoria GT. O filho do Paulão da Stock Car, corre o Asian Le Mans Series, guiando a Mercedes AMG GT3. Marcos é fera, e a gente vai acompanhar aqui seu desempenho.

Momento que pneu de Miguel Paludo fura. Foto reprodução tv.

O gaúcho Miguel Paludo, estreou na NASCAR Xfinity Series, último degrau para a principal categoria, com o ótimo sétimo lugar, depois de largar na 35° colocação. Chegou a ocupar a quinta posição na prova, mas um pneu furado o jogou para trás no grid. Miguel não vai disputar toda a temporada, apenas provas em circuito misto. Se continuar nesse nível, vai arrumar um cockpit definitivo para o ano.

Muito boa a notícia da contratação do trio Reginaldo Leme, Sergio Maurício e Mariana Becker, para a cobertura da Fórmula 1 na Band. O mesmo deveria ter feito a Fox Sports quando fechou com o MotoGP. Que me desculpem os coleguinhas, mas Fausto Macieira e Guto Nejain, estão anos luz a frente de qualquer outro narrador e outro comentarista de motovelocidade no Brasil. Com o trio ex-Globo, agora sou Band.

Gustavo Jacob, diretor de motovelocidade e vice-presidente da CBM.

Outra boa notícia, publicada no site da Confederação Brasileira de Motociclismo, diz que a partir desta temporada, a gestão do campeonato brasileiro de motovelocidade ou BRMV, como também é conhecido, fica a cargo da Techtime, parceira eficiente na organização das provas. "Este é o momento da motovelocidade brasileira dar um passo à frente, para isto, é necessário, cada vez mais, qualidade e comprometimento. A CBM, continua legislando e controlando a modalidade", explica Gustavo Jacob, diretor de motovelocidade e vice-presidente da Confederação.

Então, o certame fica com a supervisão da CBM, a organização e a gestão comercial com a Techtime e a colaboração dos promotores locais. Segundo a nota, esse formato é utilizado no motociclismo e no automobilismo. "Todos os grandes campeonatos do mundo funcionam assim. MotoGP, WSBK, F1, entre outros. É uma união de competências para entregar um campeonato melhor aos pilotos e ao mercado", explicou Donato Khouri, representante da Techtime. Agora o brasileiro decola de vez, mais a parceria com a Yamaha, tenho convicção de que outros patrocinadores virão para fortalecer o nosso principal campeonato de motovelocidade.

Taí Borracha, para quem não tinha nada, me esbaldei nos fatos.

...

Ps. Minha solidariedade ao povo do Acre nesta fase tão difícil. O acreano é valente e vai superar esse momento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Marcelo Moreira
Sobre Marcelo Moreira
Repórter fotográfico, especialista em esportes a motor.
Rio Branco - AC
Atualizado às 00h10 - Fonte: Climatempo
23°
Alguma nebulosidade

Mín. 20° Máx. 31°

23° Sensação
7 km/h Vento
94% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (18/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 31°

Sol com algumas nuvens
Sábado (19/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.