Quarta, 17 de Julho de 2024
26°

Tempo limpo

Rio Branco, AC

Brasil Saúde

Operação policial apreende mais de 100 testes falsos de covid-19

A Operação Falso Negativo, da Polícia Civil do DF, foi iniciada nesta terça-feira (9) para desarticular uma organização criminosa que comercializa autotestes adulterados

10/07/2024 às 10h10
Por: Denis Henrique Fonte: Correio Braziliense
Compartilhe:
Operação policial apreende mais de 100 testes falsos de covid-19

Uma nova operação da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), denominada Operação Falso Negativo, foi iniciada na manhã desta terça-feira (9). A ação tem como objetivo desarticular uma organização criminosa que comercializa milhares de autotestes para covid-19 adulterados. A 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro) coordena a operação com apoio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e até o momento foram apreendidos mais de cem testes falsos.

Mais de 155 policiais já participaram do processo e 32 mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Além de coletar os testes falsificados, a ação também busca apreender documentos e notas fiscais relacionados ao produto. A PCDF anunciou que as autoridades envolvidas não concederão entrevistas na fase inicial do plano, com o intuito de preservar o andamento das investigações e a coleta de provas que auxiliarão na elucidação do caso e na responsabilização dos envolvidos.

A Polícia Civil alerta sobre a importância de adquirir medicamentos e vacinas em locais certificados e de boa reputação. A orientação dada pela instituição é de procurar órgãos competentes e fazer denúncias em casos de suspeita de irregularidades nas vendas e distribuições. Para checar se o teste é falso, é preciso identificar a ausência da tarja cinza metálica de segurança na embalagem, destinada à raspagem de tinta reativa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários