Quarta, 17 de Julho de 2024
26°

Tempo limpo

Rio Branco, AC

Saúde Assistência

Prefeitura de Rio Branco leva atendimento de saúde para a zona rural da capital

Na manhã da quarta-feira (19), a região assistida foi a do ramal da Piçarreira, localizado no Polo Benfica, região rural do segundo Distrito

21/06/2024 às 08h27
Por: Denis Henrique Fonte: Acreaovivo.com | Assecom
Compartilhe:
Prefeitura de Rio Branco leva atendimento de saúde para a zona rural da capital

A Prefeitura de Rio Branco tem se preocupado cada vez mais em levar saúde às populações que vivem mais afastadas do centro urbano da capital acreana. A exemplo disso, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) tem ofertado todos os procedimentos da atenção básica, desde vacinas, teste de glicemia, capilar, aferição de pressão, dispensação de medicamentos, testes rápidos entre outros serviços, às comunidades da zona rural.

Na manhã da quarta-feira (19), a região assistida foi a do ramal da Piçarreira, localizado no Polo Benfica, região rural do segundo Distrito da Capital. A técnica de enfermagem, Taís Mota, diz que esse serviço da Prefeitura de Rio Branco, em levar a saúde para mais perto das pessoas é fundamental.

“O objetivo da prefeitura é fazer com que a comunidade se sinta acolhida, tenha assistência de saúde e a população possa ter a vacina. A nossa zona aqui é toda zona rural, considerada zona rural. A gente atende as pessoas do Moreno Maia, que é do outro lado do rio, que tem dificuldade de locomoção. O nosso fluxo aqui é bem complicado, porque a locomoção é bem difícil. São todas pessoas carentes”, explicou Taís.

A Edite Lopes que é Agente Comunitária de Saúde e conhece bem a região rural do Polo Benfica, fala das dificuldades que as pessoas ainda enfrentam para chegar aos centros urbanos para qualquer tipo de atendimento.

“Antes era bem mais difícil. E aí a gestão tem investido um pouco mais no trabalho dos ACS, na assistência, e aí o trabalho vai melhorando. Tanto acompanho o idoso, como a criança, o adolescente, a gestante, todo mundo. E quando tem um idoso ou uma acamado que não consegue fazer a vinda na unidade de saúde, a gente vai até ele com uma equipe multidisciplinar.

A agricultora Keli Maria chegou de longe para fazer a pesagem do filho e regularizar o cartão Bolsa família. Ela disse ser muito bom esse tipo de atendimento mais próximo da casa onde ela mora.

“Eu moro aqui no ramal da Piçarreira e hoje aproveitei e vim fazer logo a pesagem das crianças. Melhorou o atendimento aqui. E eu espero que melhore cada dia mais.”

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários