Domingo, 23 de Junho de 2024
24°

Tempo limpo

Rio Branco, AC

Polícia Atos libidinosos

Polícia do Acre, Amapá e Pará, em trabalho conjunto resulta na prisão de estuprador cruzeirense que abusou de enteadas

O idoso, das iniciais F. P. da S., natural de Cruzeiro do Sul, que estava residindo em Santarém no Pará foi preso em decorrência de um processo criminal que tramita na Vara da Infância e Juventude de Cruzeiro do Sul

22/05/2024 às 07h57
Por: Denis Henrique Fonte: Acreaovivo.com | PCAC
Compartilhe:
Polícia do Acre, Amapá e Pará, em trabalho conjunto resulta na prisão de estuprador cruzeirense que abusou de enteadas

Um homem condenado pelo crime de estupro de vulnerável contra duas crianças, moradoras do bairro Miritizal, em Cruzeiro do Sul, foi preso na manhã dessa terça-feira, 21, em um trabalho integrado da Polícia Civil de três estados da região Norte.

O idoso, das iniciais F. P. da S., natural de Cruzeiro do Sul, que estava residindo em Santarém no Pará foi preso em decorrência de um processo criminal que tramita na Vara da Infância e Juventude de Cruzeiro do Sul.

O idoso praticou atos libidinosos contra duas crianças, que a época dos fatos, contavam com sete e nove anos de idade. Consoante as investigações, o condenado tirou a roupa das vítimas, depois tirou sua própria roupa. Em seguida, o agente colocou as vítimas no chão e deitou sobre elas. Após isso, o autor passou a esfregar o pênis nas partes íntimas das crianças. Segundo apurado, o condenado é padrasto das vítimas e aproveitou a ausência da genitora das menores para praticar o ato.

Destaca-se que após compartilhamento de informações entre policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Cruzeiro do Sul/AC, Policiais de Macapá/AP e policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Santarém/PA, e posterior levantamento de dados e utilização de técnicas policiais, após determinação da autoridade policial, policiais civis da DEAM de Santarém deram cumprimento ao referido mandado.

O preso foi conduzido e apresentado à autoridade policial local para providências e posteriormente conduzido ao sistema penitenciário do Pará.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários