Refrigerantes Quinari mais produtiva
Acreaovivo.com
Tempestades
22°MIN 29°MAX
Rio Branco, AC

Quarta-Feira, 23 de Novembro de 2016 às 08:49

COMUNICAR ERRO

Refrigerantes Quinari mais produtiva

“Uma fábrica de refrigerantes no interior do Acre? Claro que vamos fechar”. Foi esse relato que a diretora administrativa da indústria Refrigerantes Quinari, Cristina Barros Costa Maia, ouviu de um auditor fiscal do Trabalho, que veio do Piauí para fazer uma fiscalização na empresa, que está localizada no município de Senador Guiomard. No entanto, o visitante se surpreendeu com a organização dos processos e acabou se tornando fã do produto. “Claro que sempre temos o que melhorar, mas ele gostou do que viu, e, desde aquele dia, o filho de um deles só toma Quinari”, ela comemora.   

Em virtude de sua boa reputação, a indústria Refrigerantes Quinari, fundada há 10 anos, foi contemplada pelo Sindicato das Indústrias de Produtos Alimentares do Estado do Acre (Sinpal) para participar do programa Brasil Mais Produtivo. O projeto é considerado audacioso, visando a elevar em até 20% sua produtividade. A iniciativa é do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), com a parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Há aproximadamente um mês e meio, a indústria passa por uma consultoria do SENAI/AC, sob o comando da consultora de tecnologia Francieli Bender, do Instituto SENAI de Tecnologia, que observou a necessidade de automatizar um processo que vinha sendo feito manualmente.  Ao todo, serão três meses de acompanhamento, num total de 120h, entre estudo da situação, apresentação de propostas de melhoria, aplicação e monitoramento dos indicadores. A empresa produz, em média, 38 mil litros por dia. O objetivo é aumentar em 20% o volume de produção das garrafas de 250 ml, que é onde vêm acontecendo os atrasos.

De acordo com Bender, o programa vai intervir para reduzir o tempo de movimentação de trabalho e aumentar o fluxo de produção. “Geralmente, o empresário sabe qual é o problema, mas na correria do dia a dia não tem como parar para pensar, cronometrar o tempo, e não tem como arriscar fazer gastos na empresa sem saber se vai dar certo”, destaca. “Os próprios funcionários me deram várias dicas”, reconhece.

Motivação

Ela explica que são quatro indicadores a serem avaliados ao longo do processo: produtividade (relação do que foi produzido por algum dos recursos gastos ou hora/homem); movimentação (que implica desperdício de tempo); qualidade (percentual de peças refugadas no lote produzido); e o retorno do programa, que é medido no final, para saber em quantos meses ele “se paga”.  “A média de três meses de retorno é considerada boa. O valor do programa é de R$ 18 mil – sendo R$ 15 mil financiados pelo governo federal via parceiros, e R$ 3 mil é de contrapartida das empresas. Porém, no caso do Acre, é o Sinpal que está patrocinando essa contrapartida”, informa a consultora.

“Nunca tivemos esse tipo de consultoria antes, e estamos gostando muito. Quando os resultados aparecerem, então, vai ser melhor ainda. Nós tínhamos algumas ideias de melhoria, pois percebíamos essas dificuldades das paradas nas trocas de tamanhos de garrafas (de 2 litros para 250 ml), mas nunca tivemos uma orientação profissional de como fazer e colocar em prática”, agradece Cristina, que, aproveitando a passagem do projeto Caravana de Desenvolvimento do Sistema FIEAC, pelo município, neste mês, também incentivou os colaboradores a fazerem cursos profissionalizantes. “Isso os tem motivado e estimulado bastante. Sempre que tem cursos do tipo eu ofereço, e eles cobram, é muito bom”.

O programa Brasil Mais Produtivo foi lançado no estado oficialmente no dia 12 de agosto deste ano, juntamente com o Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE), pelo ministro da Indústria, Marcos Pereira, em solenidade realizada no auditório da FIEAC. A iniciativa prevê o investimento em quatro setores prioritários: alimentos e bebidas; metalmecânico; moveleiro; vestuário e calçados, sendo que o Acre foi contemplado no segmento de alimentos e bebidas. Até o momento, a Refrigerantes Quinari é a única representante do interior. Segundo Cristina Maia, a empresa abastece de Assis Brasil até Manuel Urbano, não alcançando Cruzeiro do Sul apenas por dificuldades de logística.

Tag's: Acre, Fieac, Refrigerantes, Quinari, Senador Guiomard, Indústrias, Empreendedorismo

Fonte: FIEAC


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
Brasil 17/01/2018 16:00

Bolsa Família 'escraviza as pessoas', diz Rodrigo Maia

FEIJO 17/01/2018 15:53

Polícia prende homem que matou esposa em Feijó

CRUZEIRO DO SUL 17/01/2018 15:49

Pais de menores que mataram homem com golpes de terçado entregam filhos na delegacia

CAPIXABA 17/01/2018 15:26

Justiça determina que Município de Capixaba providencie transporte a adolescente para tratamento de saúde

Ciência e Saúde 17/01/2018 15:09

Anvisa determina apreensão de lote falsificado de Botox

XAPURI 17/01/2018 15:07

PRF faz apreensão de droga e traficante na BR 317 rumo a capital do Acre

CRUZEIRO DO SUL 17/01/2018 15:05

Comerciante tem moto furtada enquanto fazia entrega de mercadorias

Polícia 17/01/2018 11:39

Corpo com marcas de tortura é encontrado às margens de igarapé

Internacional 17/01/2018 11:37

Primeiro asteroide do ano se aproximará da Terra amanhã

SENA MADUREIRA 17/01/2018 11:24

Índios são presos em Sena Madureira com armas de fogo produzidas artesanalmente

Polícia 17/01/2018 11:17

Operação ‘Redentor’ cumpre 27 mandados na Cidade do Povo

Capital 17/01/2018 10:41

MPAC realiza I Seminário sobre Intolerância Religiosa nessa quinta-feira

Capital 17/01/2018 10:37

Maioria dos empresários locais ficou satisfeita com as vendas de Natal

Brasil 17/01/2018 10:35

Rio tem longas filas para vacinação contra febre amarela

Justiça 17/01/2018 08:55

Justiça mantém condenação de dupla por tráfico de drogas e posse ilegal de artefato explosivo

Política 17/01/2018 08:51

Justiça nega recurso contra liminar que suspende privatização da Eletrobras

CAPIXABA 17/01/2018 08:49

Investimentos do Estado fortalecem agricultura familiar em Capixaba

Educação 17/01/2018 08:45

Resultado do Enem 2017 deve ser divulgado amanhã, diz Inep

Acre 17/01/2018 08:44

Governo do Acre segue com monitoramento do Rio Madeira

Capital 17/01/2018 08:16

Sine disponibiliza 23 vagas para Rio Branco nesta quarta-feira, 17